Com o time principal, Botafogo encara o Madureira em São Januário
O técnico Eduardo Húngaro deve escalar a equipe da Libertadores para a partida contra o Madureira (Foto: Vitor Silva / SS Press)

Jogo-teste para a Pré-Libertadores. Assim é encarada pelo Botafogo a partida desta quinta (23), às 21h, contra o Madureira em São Januário. O jogo seria apenas na quarta rodada do Campeonato Carioca, mas teve que ser antecipado por conta do confronto do dia 29 com o Deportivo Quito, no Equador. Ao contrário do que vinha acontecendo, dessa vez o time principal será escalado. O técnico Eduardo Húngaro quer dar ritmo de jogo e entrosamento à equipe.

O Bota, sétimo na tabela, vai a campo com quase todos os principais jogadores do elenco. O time alvinegro só não deve contar com o atacante Tanque Ferreyra, que ainda não teve sua documentação 100% regularizada. O atacante foi liberado do treino desta quarta-feira (22) para resolver pendências de documentos e regularizar sua situação o quanto antes. Bolatti, com um edema no dedo do pé, também não participou das atividades mas joga contra o Tricolor Suburbano. O time que treinou na manhã desta quarta, no Engenhão, foi: Jefferson, Edílson, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Fabiano, Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro e Jorge Wagner; Henrique. André Bahia, Fabiano e Henrique treinaram nos lugares de Dória, Bolatti e Ferreyra.

Capitão da equipe, o zagueiro Bolívar comentou a opção de Húngaro por jogar com três volantes: "Acaba não mudando muito porque, se reparar no treino de hoje, três volantes não quer dizer time defensivo. Pode dar liberdade para os dois laterais com proteção boa de dois volantes. Temos defensores com boa saída, que acabam surpreendendo os adversários", declarou.

Para o lugar de Tanque Ferreyra, Henrique será escalado. O atacante terá mais uma oportunidade de se redimir com a torcida alvinegra. O camisa 9, que não vem tendo boas atuações no Carioca, jogará no lugar de El Tanque. Húngaro defende o jogador: "Acho que ele teve uma evolução boa. Não está sentindo a pressão. O menino tem currículo, foi o melhor do Mundial Sub-20. Aprendemos com o Rafael Marques que é preciso ter calma na hora das avaliações. Vou continuar a confiar nele”, disse.

O clube de General Severiano vive um momento conturbado fora das quatro linhas. Recentemente, o Botafogo perdeu jogadores importantes como Seedorf, Rafael Marques, Hyuri, Bruno Mendes e Gilberto. A torcida se mostrou insatisfeita com a postura da cúpula alvinegra e, inclusive, deve protestar na sede do clube no próximo sábado. Húngaro comentou as saídas: "A diretoria está trabalhando para trazer os jogadores. Essa questão contratual é complicada. Existe uma multa e se o clube pagar e o jogador quiser, leva. Infelizmente é assim. Os clubes não têm controle disso. Não houve erro da direção. Agora meu papel como treinador é de olhar para frente. Vou resolver a situação. Procurando outros jogadores”, amenizou.

Enquanto isso, a equipe do Madureira vem trabalhando forte para vencer mais um grande do Rio. O Tricolor Suburbano ganhou do Fluminense na primeira rodada, mas foi derrotado pelo Boa Vista na última terça (21). O time, comandado pelo técnico Antônio Carlos Roy, terá a estreia do armador Tiago Barreiros. O jogador se mostrou tranquilo e com a esperança de fazer um bom jogo. "Estou muito bem, o trabalho foi feito. A expectativa é ótima, estrar contra um time grande, e fazer o nosso melhor. Sem ansiedade e fazer o que a gente tem trabalhado", disse o atleta. 

A equipe sofreu com o desgaste de dois jogos em apenas quatro dias e deve ter mudanças. O meia Bruno Thiago, emprestado pelo Botafogo, é desfalque certo no time, já que o Madureira teria que pagar um valor alto para escalá-lo. Caso Roy consiga ter todos os jogadores à disposição, o provável time que enfrentará o Botafogo será o mesmo que atuou contra o Boavista, com exceção de Bruno Thiago: Yan, Marquinho, Aislan, André e Luiz Paulo; Gílson, Victor Bolt, Ryan e Carlinhos; Robert e Allan.

Apita o jogo João Batista de Arruda, auxiliado por Carlos de Lima Filho e Francisco Pereira Sousa.

VAVEL Logo