Federação Pernambucana aprova novo projeto social do Sport
Reunião entre os presidentes selou a parceria em busca da paz no futebol (Foto: Divulgação/FPF)

Lançado na última segunda-feira (20), o projeto social rubro-negro "Sport que Abracei", tomou maiores proporções nessa quarta (22). Em reunião na sede da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), estiveram presentes o idealizador Jorge Peixoto, vice-presidente Social do Sport e o presidente leonino João Humberto Martorelli, além dos mandatários de Náutico e Santa Cruz, Gláuber Vasconcelos e Antônio Luiz Neto, respectivamente.

Lá, os representantes do Leão apresentaram aos dos arquirrivais o Manifesto Por Um Futebol de Paz, cujo objetivo é implantar uma cultura de paz nos estádios e no relacionamento entre as torcidas, incentivando o respeito mútuo entre adversários (jogadores, torcedores e dirigentes). Para Martorelli, o lançamento será um marco no estado para encerrar com a violência dentro e fora dos estádios.

"A violência dentro e fora dos estádios chegou a um ponto insuportável. Temos que fazer algo para que isso diminua. Nós propomos o manifesto justamente para que juntos, Sport, Náutico e Santa Cruz, façam sua parte explicando às suas torcidas que existe sim uma rivalidade dentro de campo, mas nunca fora dele. Nunca uma rivalidade de violência", disse.

A ideia foi aprovada por todos e já será posta em prática na noite de hoje (23), quando Sport e Náutico se enfrentam, em jogo válido pela segunda rodada da Copa do Nordeste, na Ilha do Retiro. O manifesto tem seis objetivos que visam contribuir para a diminuição da violência em Pernambuco.

VAVEL Logo