Para reforçar o ataque, Botafogo sonda Amauri

O Botafogo continua querendo reforçar o time e nesta quinta-feira (23) dois nomes ganharam força em General Severiano: o do brasileiro naturalizado italiano Amauri, jogador do Parma (ITA), e o do meia Jadson, do São Paulo. Os empresários dos dois jogadores confirmaram o interesse, mas por enquanto não há nenhuma proposta formal por nenhum deles. Desde o início do ano a prioridade continua sendo um atacante.

“Uma pessoa ligada ao Botafogo me contactou, mas não foi nada por escrito. A conversa foi para uma transferência em definitivo para o Botafogo”, disse Giampiero Pocetta, empresário de Amauri, ao Lance!NET. O agente do atleta ainda afirmou o interesse do atacante de voltar ao Brasil, seu país de nascimento. Amauri foi muito cedo para a Itália e sequer chegou a jogar profissionalmente em seu país de origem.

O atacante tem 33 anos e atua pelo Parma, da Itália, tem contrato até o meio do ano, e é seguido de perto pelos italianos Sampdoria e Chievo Verona, que observam sua situação contratual de perto. Nesta temporada, o centroavante tem quatro gols em dezenove jogos.

 Os números da atual temporada não fazem jus à sua carreira: após dois anos liderando o Palermo (ITA), foi vendido à Juventus por cerca de 20 milhões de euros. Perdeu espaço, e foi emprestado para o Parma, em 2011 onde marcou sete gols em onze jogos. Ao ser contratado em definitivo pelo time gialloblu, em 2012, não conseguiu repetir as boas atuações.

VAVEL Logo