Buscando reconquistar o estado, Criciúma e Joinville fazem clássico na primeira rodada
Joinville e Criciúma se enfrentam no clássico da primeira rodada (Foto: Divulgação/Criciúma EC)

Conhecido por ser o "clássico mais equilibrado do estado", Joinville Criciúma terão suas forças medidas logo na primeira rodada do Campeonato Catarinense de 2014, neste domingo (27), na Arena Joinville. Atual campeão do estado, o tricolor da Terra do Carvão procura manter a soberania com o bi-campeonato, já o tricolor da Manchester Catarinense sonha em voltar a conquistar Santa Catarina; a última taça de estadual levantada pelo JEC foi em 2001 - justamente contra o Criciúma.

O JEC, agora com o comando técnico do ex-Avaiano Hemerson Maria, viu o maior artilheiro de sua história se despedir: Lima rumou ao Paysandu. A equipe busca reeditar os tempos de glória, quando foi heptacampeão do Campeonato Catarinense, de 1978 a 1985, e para isso trouxe reforços, como Tartá. O meia que defendeu o Criciúma na temporada anterior vem como uma das armas da equipe, que busca uma vaga no quadrangular final.

Por sua vez, o Tigre, embalado pela manutenção da vaga na Série A do Campeonato Brasileiro e dono da maior folha salarial do estado, trouxe reforços de peso. Paulo Baier e Lucca, jogadores que outrora se destacaram na equipe, voltaram, com a companhia de muitos outros reforços - como Escudero, vindo do Coritiba, e Maylson, destaque do Figueirense. Os atletas serão comandados por Ricardo Drubscky, que na temporada de 2013 treinou o Joinville, dessa vez adversário.

Jejum de títulos incomoda torcida do Joinville, que cobra

No penúltimo treino antes da estreia diante do Criciúma, os torcedores do Joinville estiveram presentes cobrando o título estadual e definindo-o como "obrigação". A equipe, que já reinou sozinha em Santa Catarina por sete anos seguidos, é a que está a mais tempo sem levantar o caneco entre as consideradas grandes: em 2014, se completam 13 anos do título sobre o mesmo Criciúma, em 2001. 

Posteriormente, o Joinville teve a oportunidade de conquistar o estado outras duas vezes; em 2006, perdeu a final para o Figueirense. Em 2010, o Avaí foi o algoz. Porém, mesmo com o longo tempo sem o título estadual, a equipe é dona de 12 taças - quatro a menos que Avaí e Figueirense e duas a mais que o rival Criciúma.

Entre reforços e volta de ídolos, o Criciúma agora é o lar de dois ex-JEC

É unanimidade entre os torcedores que as contratações mais marcantes do Tigre, foram a volta dos ídolos Paulo Baier e Lucca. Porém, além deles, diversos outros jogadores assinaram contrato com o clube, entre eles, dois ex-jogadores do Joinville: Eduardo e Ricardinho.

 LEIA MAIS: Lateral Eduardo é apresentado no Criciúma

Eduardo defendia a equipe do norte do estado há três anos, e era um dos destaques da equipe. O Criciúma, com a necessidade de um lateral-direito desde que Sueliton foi para o Atlético-PR, acabou acertando com o atleta, que vem prestigiado e já estreia diante de seu ex-clube.

Já Ricardinho, atuou na Série A pelo Tigre, com contrato de empréstimo do Joinville. O jogador acabou se tornando um dos xodós da torcida, e com seus passes certeiros ajudou o Criciúma a permanecer na primeira divisão. Com isso, ele rescindiu seu contrato com o JEC e assinou com o Tigre, apimentando ainda mais a rivalidade.

Ficha Técnica

Local: Arena Joinville, em Joinville (SC)

Data: 27/01/2014

Horário: 17h

Árbitro: Heber Roberto Lopes (FIFA), auxiliado por Nadine Schramm (FIFA) e Neuza Inês Back (FIFA)

Joinville: Ivan; Murilo, Rafael, Bruno Costa e Wellington Saci; Naldo, Hygor, Marcelo Costa (Edigar Júnio) e Tartá; Francis (Clebinho) e Fernando Viana.

Criciúma: Galatto; Eduardo, Joílson, Ronaldo Alves e Rogério; Diego Oliveira, Ricardinho, Paulo Baier, Lulinha e Lucca; Rodrigo Silva.

VAVEL Logo