Esportivo e Caxias empatam no Clássico da Polenta

Esportivo e Caxias se enfrentaram nessa quarta (29), pela quarta rodada do Campeonato Gaúcho, na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. Vindo de um empate diante o São Paulo, fora de casa, o Esportivo tentava a recuperação depois de dois jogos seguidos sem vitória. Já o Caxias buscava se recuperar da derrota sofrida em para o Brasil de Pelotas, em casa, no Sábado. Com um tempo dominado para cada lado, o 0 a 0 figurou no placar graças a excelente atuação de Douglas, goleiro grená.

Sem Jean, que sentiu contratura muscular na coxa esquerda, Léo Korte assumiu a titularidade na defesa, formando dupla com Tiago. Kaoê, de atuações fracas nesse início de Gauchão, segue no time após Dieyson treinar com os titulares durante a semana. No Esportivo, o centroavante Ramon se recuperou de lesão, porém, de última hora, ficou de fora da partida, pois precisa recuperar o ritmo de jogo.  

Antes da bola rolar, o Esportivo ocupava a 4ª posição do Grupo A com quatro pontos, já o Caxias, no Grupo B, habitava a 2ª colocação com os mesmos quatro pontos. Agora, o Esportivo ocupa a quinta colocação, fora da zona de classificação do Grupo A, e o Caxias permanece na segunda colocação. 

Na próxima rodada, o Esportivo receberá o Novo Hamburgo em casa no domingo tentando vencer após 3 jogos.  Já o Caxias visita o Lajeadense na Arena Alviazul, no único jogo de sábado, após duas fracas partidas, ante Brasil de Pelotas e Esportivo.

Primeiro tempo de domínio grená

O Esportivo começou elétrico no primeiro tempo, dominando as ações somente nos primeiros cinco minutos. Aos dois minutos, Igor cruzou muito fechado, assustando Douglas. Aos cinco, o mesmo Igor contou com um desvio na defesa grená após chute, mas Douglas não teve dificuldades para reter a bola.

Aos 18 minutos: a melhor chance do primeiro tempo: Julio Madureira chutou após rolada de Wallacer em bola parada, Vinícius rebateu e Léo Korte perdeu, incrivelmente, no rebote. Aos 30, Rafael Carioca recuperou uma bola quase perdida, rolou para Kaoê, que cruzou para Lucão testar e obrigar Vinícius a defender com as pernas.

Dez minutos depois, uma blitz grená. Aos 40 minutos, Alisson arriscou de fora da área e levantou a torcida grená - que estava em bom número - em Bento Gonçalves. Aos 44, Lucão chutou cruzado e ninguém completou. Do outro lado, Rafael Carioca levou a melhor em jogada individual e cruzou para Vinícius sair bem do gol.

Expulsão e consagração de Douglas

Aos cinco minutos, o Caxias sofreu com outro grave vacilo defensivo, assim como diante o Brasil de Pelotas: o capitão Alisson perdeu a bola , fez o pênalti sobre o Ulisses e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. Ygor Souza foi para a cobrança e viu seu pênalti ser defendido por Douglas.

Aos 30, Douglas operou um milagre em chute de Vina. No escanteio, bate-rebate e, no chute de Fabinho, Douglas fez outra grande defesa, agora à queima roupa. Cinco minutos depois, o goleiro saiu nos pés de Rafael, salvando novamente o Grená do Povo.

Depois da pressão do Tivo, Picoli tirou o meia Wallacer e colocou o volante Baiano, fechando a equipe grená. Dessa forma, o Esportivo pouco ameaçou nos minutos finais. Devido as circunstâncias do segundo tempo, o Caxias voltará para Caxias do Sul comemorando o ponto conquistado em Bento Gonçalves. Já o Esportivo, lamentará a falta desses dois pontos.

VAVEL Logo