De roupa nova, Palmeiras vence o Penapolense e segue 100% no Paulistão

Nessa quinta-feira (30) o Palmeiras recebeu a equipe do Penapolense no Pacaembu, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Única equipe com 100% de aproveitamento restante, o alviverde fez a primeira partida com a camisa do centenário e também a primeira sem o ex capitão Henrique, que agora vai defender o Napoli. Apesar do resultado apertado, a vitória por 1 a 0 com gol de Marquinhos Gabriel não refletiu a grande atuação ofensiva do Verdão, que permaneceu o tempo todo no ataque.

Gilson Kleina projetou a equipe da mesma forma da última partida, promovendo apenas a entrada de Wellington. Do lado do Penapolense, o técnico Narciso não pode contar com duas peças de seu meio-campo, Neto, suspenso após expulsão e Edilson, destaque alviverde na Copa São Paulo de 2013, que não pode atuar por questões contratuais.

Confira como foi o tempo real da partida entre Palmeiras x Penapolense.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai ter o primeiro grande desafio da temporada, trata-se do clássico contra o São Paulo, no Pacaembu. O tricolor vem de grande vitória contra o Rio Claro na última quarta. A partida pode marcar a estreía de Bruno César com a camisa alviverde, o que cria uma pulga atrás da orelha do técnico Gilson Kleina, quanto a escalação do jogador ao lado de Valdivia. Além deles, o treinador alviverde ainda deve considerar a possibilidade de Marquinhos Gabriel começar sua primeira partida como titular na temporada, já que o jogador agradou muito nas duas últimas rodadas e pode roubar a vaga de Mazinho.

Com excesso de faltas, primeiro tempo termina sem gols

O jogo já começou agitado, com a equipe visitante conseguindo um escanteio logo nos primeiro minutos de partida. O clima esquentou aos 3 minutos, quando Lúcio tentou aplicar um chapéu no volante Heleno, que obstruiu a jogada com um lance duro, atingindo a face do jogador palmeirense e recebeu o cartão amarelo pra delírio dos jogadores e da torcida, que exigiram a expulsão.  

Seguindo o ritmo dos últimos jogos, o Verdão vem aproveitando a boa fase dos laterais, e Juninho serviu Leandro que desperdiçou boa chance de abrir o placar. O clima quente continuou no gramado, e com 11 minutos de partida o juiz já tinha distribuído três cartões amarelos, dois deles para os jogadores do Palmeiras, que estavam irritados com o arbitragem. Após a chance alviverde, o Penapolense é quem tentava surpreender e procura manter a bola no campo ofensivo, sem muito sucesso. Aos 17 minutos, Valdivia rouba a bola de Liel no meio campo e parte em contra-ataque, prende a bola e acaba finalizando por cima do gol.

As constantes transições entre Valdivia, Wesley e os laterais não conseguiam penetrar a bem postada defesa da equipe do interior paulista, que abusava das faltas e das chegadas mais duras. Heleno voltou a ser o protagonista aos 41 minutos, quando após dividida de bola com Wesley, deixou o pé e atingiu as costas do jogador, ocasionando o segundo cartão amarelo e consequentemente a expulsão.

Com muitos cartões distribuídos, o jogo já ia indo para o intervalo quando Wendel arriscou de fora da área, Samuel Pires espalmou e Mazinho perdeu uma chance de gol aberto e decretou o primeiro tempo sem gols.

Marquinhos Gabriel brilha e quer brigar por vaga com medalhões no meio campo

Ainda em processo de fortalecimento muscular, Valdivia deu lugar a Marquinhos Gabriel, que jogou muito bem na última partida, com direito a dois passes para gol. No primeiro minuto o Palmeiras quase abriu o placar após cabeceio de Marcelo Oliveira, que acertou o travessão, e no rebote, Lúcio isolou a bola no “tobogã” e perdeu grande oportunidade. A pressão alviverde continuou, Wesley arriscou com perigo aos 3 minutos e arrancou suspiros da torcida.

O jogo só voltou a ter emoção 11 minutos, o Palmeiras puxou o ataque pela esquerda e Marquinhos Gabreil finalizou para a defesa de Samuel, no rebote, Leandro pega mal e acaba finalizando para fora. Aos 13, Wendel recebeu bela bola de Wesley e encheu o pé para ótima defesa do goleiro da equipe de Penápolis.

Na pressão, o Palmeiras finalmente abriu o placar aos 20 minutos, Kardec bateu rasteiro e o goleiro deu rebote, na sobra, Marquinhos Gabriel encheu o pé e marcou seu primeiro gol com a camisa alviverde. Sem descanso, o Verdão fazia Samuel trabalhar, principalmente em chutes de fora da área, e nas investidas pelas diagonais.

O Penapolense chegou com perigo só aos 35 minutos, quando Leandro Ratão ficou perto de empatar após cruzamento da direita, mas o atacante pegou fraco e não levou perigo. Gilson Kleina aproveitou a vantagem para poupar Leandro, que já tinha cartão amarelo e fazer novos testes com jogadores como Serginho e Felipe Menezes. Administrando o resultado, o Palmeiras conquistou os três pontos e assegurou a liderança do Grupo D e segue como o último invicto no campeonato. Já o Penapolense segue apenas com 3 pontos conquistados, o que coloca a equipe do interior na 4ª colocação do Grupo A e enfrentará o Mogi Mirim no fim de semana.

VAVEL Logo