Jaílson brilha, Treze bate o CRB e segue vivo na Copa do Nordeste
Jaílson cobrando pênalti marcou o segundo gol na vitória contra o CRB

O Treze segue vivo na Copa do Nordeste 2014. Jogando no Estádio Presidente Vargas, na noite desta quinta-feira (30), o Treze-PB conseguiu sua primeira vitória na competição, diante do CRB por 2 a 0, com dois gols do atacante Jaílson marcados na segunda etapa. Com o triunfo, o Alvinegro Paraibano diminuiu a diferença para Potiguar e CRB, equipes que também brigam pela segunda vaga da chave. O Ceará com 8 pontos lidera o grupo C.

Primeiro tempo mostra limitações

A primeira etapa foi fraca. Desorganizado, o Treze não conseguia criar jogadas de perigo, nem tampouco finalizar a meta do goleiro Júlio César, do CRB. Vindo de três derrotas, o Galo jogou presssionado e acabava errando muitos passes, deixando o seu torcedor cada vez mais impaciente. Por sua vez, o time alagoano também mostrava limitação técnica e não conseguia se aproveitar da instabilidade do Alvinegro. 

Leandro Campos mexe e substituições transformam a partida

Para o segundo tempo, o técnico Leandro Campos apostou nas entradas de Téssio e Giancarlo nos lugares dos criticados Chiquinho Baiano e Romário. As mudanças surtiram efeito. O Treze começava a assustar mais a defensiva regatiana. Com Téssio e Birungueta abertos pelas pontas, o Galo pressionava em busca do primeiro gol. 

A entrada de Giancarlo despertou o ataque trezeano e abria espaços para Jaílson também aparecer. O camisa 11 que teve uma atuação tímida no primeiro tempo, foi mais acionado na etapa complementar. E foi com ele que o Treze desencantou no PV. 

Aos 23 minutos, Clebson lançou em profundidade para Jaílson na direita que bateu firme na saída de Júlio César para fazer 1 a 0.  O gol animou o Galo. Cinco minutos depois, Jaílson recebia outra boa bola, agora de Giancarlo, após uma casquinha de cabeça, o atacante chutou forte de perna esquerda e a bola explodiu no travessão.

O CRB pouco chegava. A única boa chance do time da Pajuçara foi com o atacante Denilson, aos 35 minutos, ele chutou com perigo rente à trave direita de Gilson. Aos 41 minutos, mais uma vez Giancarlo brilha. O centroavante foi derrubado na área e sofreu pênalti. Jaílson cobrou e marcou mais um: 2 a 0. 

A partir daí, o Galo só fez administrar o resultado até o final do jogo. 

VAVEL Logo