Betinho marca dois, perde pênalti e Avaí leva virada do Marcílio Dias

Jogando no Estádio Hercílio Luz, o Avaí abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas permitiu a virada para o Marcílio Dias na segunda etapa. O time de Itajaí venceu por 3 a 2 e foi a primeira vitória no Catarinense 2014.

Na próxima rodada o Avaí faz clássico contra o Joinville, na Ressacada. Já o Marcílio Dias, vai à Ibirama, enfrentar o Atlético.

Avaí domina e abre 2 a 0 na primeira etapa

Ainda sem vencer e jogando diante de sua torcida, o Marcílio Dias começou pressionando o Avaí e atacando pelas laterais com Clebinho e Márcio Careca, mantinha a posse de bola mas não criava grandes chances. A primeira grande chance do jogo se transformou em gol, mas foi do Avaí: aos 22, em cruzamento pela esquerda do lateral Eduardo Neto, Betinho marcou o primeiro gol do jogo. A partir do gol, o time de Itajaí se lançou para o ataque e entregou o contra-ataque para o Leão. E foi assim que Betinho marcou o segundo do Avaí: aos 37, o atacante do time da capital se aproveitou da falha de Toninho, saiu na cara do goleiro e bateu de forma indefensável para o goleiro Juliano.

Betinho perde pênalti e Avaí permite virada do Marcílio Dias

A alteração que o técnico Guilherme Macuglia, colocando Felipe Oliveira no lugar de Gustavo e alterando o esquema de 3-5-2, para 4-3-3, fez o time do Marcílio crescer na segunda etapa. Logo aos 4 minutos, Schwenck recebeu na área e parou no goleiro Diego. Um minuto depois, Arlan cabeceou contra seu próprio gol, mas o goleiro avaiano salvou. O Marinheiro continuava melhor e aos 13, Diego parou mais uma vez o time de Itajaí, dessa vez em finalização de Felipe Oliveira.

O lance que mudou a história da partida foi aos 19 minutos: Marquinhos sofreu pênalti e deu a bola para Betinho fazer a cobrança. O camisa 7 avaiano bateu e o goleiro Juliano desviou e a bola quase entrou, mas o arqueiro marcilista conseguiu evitar o hat-trick do atacante avaiano. No mesmo minuto, o goleiro Juliano parou mais um ataque do Avaí, dessa vez com Luciano. A partir daí, o time do Marcílio Dias se empolgou e chegou ao primeiro gol aos 21, quando Fabiano Silva pegou o rebote na entrada da área e descontou para o time da casa. Um minuto depois, Clebinho sofreu o segundo pênalti do jogo e Schwenck cobrou para empatar o jogo.

O Marcílio Dias continuou dominando o jogo e continuava levando perigo em cobranças de falta, mas pararam no goleiro Diego. Quando o jogo encaminhava para o empate, Clebinho fez jogada individual pela direita e Schwenck fez de cabeça, encobrindo o goleiro e dando a primeira vitória ao Marinheiro no Catarinense em 2014.

VAVEL Logo