Palmeiras leva a vitória no Choque-Rei e se mantém 100%

Jogando seu primeiro clássico do ano, o Palmeiras enfrentou o São Paulo no Pacaembu na tarde deste domingo (02), em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. Com gols de Valdivia e Alan Kardec, o Verdão venceu o a equipe tricolor por 2 a 0 e mantém sua boa sequência no torneio.

Confira como foi o tempo real da partida entre Palmeiras x São Paulo.

Com o resultado, o Alviverde segue na liderança do grupo D com 15 pontos e ainda continua com 100% de aproveitamento. Apesar da derrota, o Tricolor continua na liderança do Grupo A com nove pontos. Na próxima rodada, o Palmeiras viaja até Piracicaba para enfrentar o XV, na quarta-feira (05), às 22h, enquanto o São Paulo recebe o Paulista no Morumbi, na quinta-feira (06) às 19h30.

Em meio à forte marcação e erros, Palmeiras abre o placar

Primeiro clássico do ano, clima quente tanto na temperatura quanto nos ânimos e o desejo de vencer explicito nos dois lados do campo. Palmeiras e São Paulo começaram o primeiro tempo com marcação forte, mas o Alviverde demonstrava um certo nervosismo em campo, tendo dificuldades em desarmar o adversário, enquanto o tricolor paulista apertava a marcação, impedindo o Verdão de conseguir uma boa sequência troca de passes.

No desenrolar da partida, o Palmeiras foi aparecendo, tanto que, aos 16 minutos, o Verdão quase abriu o marcador. Valdívia deu belo passe para Leandro, que se aprofundou no meio da zaga tricolor, invadiu a área e bateu rasteiro, mas Rogério Ceni defendeu, colocando a bola para escanteio. Como resposta, o São Paulo armou um rápido contra-ataque logo depois. Maicon lançou Luis Fabiano, que recebeu pela esquerda, entrou na área e mandou uma bomba. A bola ainda desviou na zaga do Palmeiras e foi pra rede, mas pelo lado de fora.

O Verdão foi se soltando em campo, conseguindo ter uma boa troca de passes. Porém, o gol surgiu em uma bola parada aos 22 minutos. Em cobrança de falta para a área, Valdivia ficou sozinho na área e se antecipou à zaga tricolor, desviando a bola de cabeça para o fundo do gol e abrindo o placar no Pacaembu.

Depois do gol, o Palmeiras se movimentava mais em campo, deixando a equipe tricolor com mais dificuldade em avançar pelas laterais, tendo maior domínio de jogo. E o Verdão não parou. Aos 25 minutos Mazinho dominou a bola pela direita, cortou para a esquerda e deu um chute forte e rasteiro. A bola quicou ganhou mais velocidade, mas Ceni defendeu, cedendo escanteio para o Verdão.

Buscando o gol de empate, o São Paulo tentava encontrar espaços na zaga alviverde e avançar, porém, não estava fácil. Tocando bola na entrada da área, Ganso e Luis Fabiano tentavam a interceptação. O atacante tocou para Maicon, que arriscou o chute da meia-lua, mas a bola parou na zaga o Verdão.

Conforme o tempo foi passando, o jogo foi dando uma esfriada, sem lances perigosos. O Palmeiras se recuou, administrando o resultado até o apito final. O Primeiro tempo foi marcado pela grande quantidade de passes errados de ambas as equipes.

De pênalti, Kardec amplia para o Verdão

Na etapa complementar, o Palmeiras só precisava segurar o resultado para levar a vitória. Já o São Paulo, precisava pressionar e aproveitar os espaços na zaga do Verdão e assim buscar o gol de empate, porém, não foi bem assim que se desenvolveu a partida. A equipe alviverde manteve a boa marcação e, ao invés de apenas segurar o resultado, pressionava o a equipe tricolor, que tentava se esquivar da marcação do Palmeiras e se aprofundar na área, mas a dificuldade era evidente.

O Palmeiras estava vivo em campo. Logo aos três minutos, o Verdão ganhou um contra-ataque com Leandro, que dominou a bola e tocou para Valdivia, na meia-lua. O Mago ainda tentou devolver para o companheiro, mas o atacante acabou bloqueado pela marcação.

Um lance duvidoso aconteceu aos oito minutos. Dominando a bola pela direita, na grande área, Alan Kardec dividiu com Álvaro Pereira e saiu na pior. A torcida do Verdão até pediu pênalti, mas o árbitro Luiz Flávio de Oliveira manda o jogo seguir.

O São Paulo quase não conseguia mostrar resposta à pressão do Palmeiras. Mas aos 16 minutos, conseguiu dar um susto. Osvaldo arriscou um chute na entrada da área e a bola rebateu na zaga, caindo perto da marca do pênalti, perto de Ademilson. Pra afastar o perigo, a zaga do Verdão mandou a bola pra bem longe.

Aos 31 minutos, outro lance duvidoso deixou a torcida alviverde nervosa nas arquibancadas. Em cobrança de lateral de Valdívia para a grande área, Marquinhos Gabriel, que entrou no lugar de Leandro, ganhou um "abraço" de Rodrigo Caio, porém, o jogo seguiu. Um minuto depois, Rodrigo Caio derrubou Alan Kardec Na área e enfim foi marcado pênalti para o Palmeiras. O camisa 14 foi para a cobrança e bateu firme, bem no canto esquerdo de Rogério Ceni, ampliando o placar para o Alviverde.

Depois do segundo gol, a equipe tricolor mal aparecia no ataque. A única jogada perigosa a favor do São Paulo aconteceu bem no fim da partida, aos 44 minutos, quando Maicon recebeu na entrada da área, se livrou da marcação e mandou uma bomba com a perna esquerda. Fernando Prass, porém, estava atento e fez uma bela defesa, fechando o gol alviverde e assim mantendo o placar final da partida.

VAVEL Logo