Metropolitano ameaça desistir da Série D caso não possa mandar seus jogos em Blumenau
Por enquanto, os portões do Estádio do Sesi permanecem fechados (Foto: Orlando Pereira/CAHA)

Em 2014, o Metropolitano ainda não jogou diante de sua torcida, e ao que tudo indica, jogo da próxima quinta-feira (6), contra o Criciúma, será novamente disputado no estádio Hercílio Luz, onde o Metropolitano atualmente manda seus jogos. A demora na resolução já incomoda a diretoria, que cogita até mesmo abandonar a Série D de 2014.

Ivan Kuhnen, vice-presidente do Metropolitano, explica a decisão. “Não adianta nada a gente representar a cidade em uma competição nacional se não podemos jogar aqui. Só que essa decisão (da Série D) vai ficar para mais tarde”. Caso não haja nenhuma resposta definitiva até quinta-feira, o Metropolitano desistirá de disputar o Campeonato Catarinense em Blumenau.

A promessa é de que nesta terça-feira (4), as partes envolvidas entrem em acordo. Na tarde da última segunda-feira (3), o caso foi discutido e a novela se aproxima de um desfecho feliz para o Metropolitano. Em nota publicada em seu site oficial, o Verdão revelou que houve avanço nas negociações, e uma proposta de acordo que permitiria o mando de campo novamente no Estádio do Sesi.

Desde a decisão da interdição do estádio , todo o setor jurídico do Metropolitano se envolveu na busca por uma solução. “Não estamos medindo esforços para dar essa resposta aos torcedores. Vamos continuar trabalhando arduamente para ter esse caso resolvido”, disse Eder Boron, diretor administrativo do Verdão.

Antes do jogo contra o Joinville, pela segunda rodada do Catarinense, Abel Ribeiro reclamou da indecisão, afirmando que estava atrapalhando a preparação e a atuação da equipe dentro de campo. O jogo estava marcado para o Estádio do Sesi e o local foi alterado em cima da hora, resultando em um público fraco. Os torcedores que compraram os ingressos foram devidamente ressarcidos.

VAVEL Logo