De virada, Fluminense vence o Audax e chega a sua quarta vitória consecutiva

Com um público considerável no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense venceu o Audax por 3 a 1 pelo Campeonato Carioca de 2014, com gols de Wagner, Gum e Elivélton. Leandro Camilo descontou para os visitantes.

Com 5 jogadores poupados (Bruno, Carlinhos, Valencia, Diguinho e Fred), o Fluminense, como de costume, contou com a força de suas jogadas de bola parada. Já o Audax, de positivo, conseguiu marcar seu primeiro gol em seis jogos, o que não evitou que continuasse na lanterna do Campeonato Carioca.

Antes de a partida começar, O Fluminense ocupava o 3° lugar na classificação. Agora, o time das Laranjeiras soma 13 pontos e está na 2ª colocação. O Flamengo, que está na frente do Tricolor das Laranjeiras, ainda joga nesta rodada.

Com festival de cartões, o Flu consegue empatar com belo gol de Wagner

Foi um primeiro tempo morno, sem muitas grandes chances, exceto os lances dos gols. O que chamou a atenção de quem estava assistindo o jogo foi o alto número de cartões dados pelo árbitro Rodrigo Nunes de Sá. Foram cinco amarelos e um vermelho só na primeira etapa.

Quem abriu o placar foi o Audax. Aos 22 minutos, em bola alçada na área, o zagueiro Leandro Camilo, mal marcado por Gum, cabeceou com facilidade para o fundo da rede, enquanto o goleiro Cavalieri nada pode fazer. Mas o Audax não teve tranquilidade. Logo após o gol, o lateral-direito David Modesto, que já havia recebido cartão amarelo aos 7, cometeu forte falta sobre o volante tricolor Rafinha e recebeu seu segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. Rafinha, que se lesionou ao receber a falta, deu lugar ao meia Wagner.

O jogo seguiu sem criatividade. O Fluminense tocava a bola na frente da área e não conseguia furar a defesa do Audax, mesmo com um jogador a mais em campo. Os visitantes apenas esperavam as chances de contra-ataque. No entanto, já no fim da primeira etapa, aos 44, em escanteio cobrado por Rafael Sobis, o goleiro Yamada saiu mal e a bola sobrou limpa para Wagner, que marcou de bicicleta.

Mandando no segundo tempo, zagueiros resolvem

A segunda etapa foi iniciada no mesmo ritmo da primeira. Lento, sem objetividade dos dois lados. O Audax continuou tentando aproveitar os contra-ataques. Porém, o Flu chegou à virada. Sumido na primeira metade do jogo, Darío Conca passou a participar mais das jogadas com a ajuda de Wagner, que entrou bem no jogo.

O técnico Renato Gaúcho decidiu botar o time para frente. Tirou Wellington Silva, colocou o atacante Biro Biro e passou Jean para a lateral-direita. Logo depois também substituiu o volante Willian, que deu vaga a Marcos Junior. Aos 36 minutos, Gum virou o jogo para o Fluminense. Em escanteio batido por Wagner, Conca dividiu a bola com o goleiro Yamada, e ficou fácil para o camisa 3 marcar. Já sem esperanças, o Audax deu mais espaço para o Flu, que, aos 44, ampliou com Elivelton.

O Fluminense terá pela frente na próxima rodada o próprio Flamengo, que é o líder, no sábado, no Maracanã. O Audax, que ainda não venceu, receberá em casa o Volta Redonda, no domingo.

VAVEL Logo