Brusque vence o Juventus e consegue a primeira vitória no Catarinense

Colaborou: Elyson Gumms

O Brusque venceu o Juventus por 3 a 1 na noite desta quarta-feira (5), no estádio Dr. Hercilio Luz em Itajaí, pela quarta rodada do Catarinense. O quadricolor abriu o placar logo aos três minutos com o atacante Eydison, Tarcísio fez o segundo, e logo depois, Aldair, o terceiro. O Juventus ainda diminuiu o marcador aos 31 do segundo tempo com William.

Pelo Catarinense, o Brusque enfrentou Avaí e Criciúma e realizou bons jogos, mas não foi capaz de sair com a vitória. A partida contra o Juventus de Jaraguá do Sul era vista como a oportunidade da primeira vitória e de mostrar os resultados da preparação no início do ano.

O Juventus foi à Itajaí buscando repetir a surpresa da última rodada, quando goleou a equipe do Atlético de Ibirama por sonoros 5 a 1, mas voltou para casa com outra derrota. Mesmo com o resultado ruim, continua em boa posição no Catarinense.

O próximo jogo do Brusque é o clássico regional contra o Marcílio Dias, em casa, no próximo domingo (9); o Juventus recebe o Joinville no estádio João Marcatto no sábado (8).

Brusque faz três e desequilibra a partida

A partida começou equilibrada, com as duas equipes adiantando seus jogadores para pressionar o adversário e encurralá-los em seu próprio campo de defesa. Mas quem se sobressaiu foi o Brusque: aos três minutos do primeiro tempo, o atacante Eydison abriu o marcador, com um chute rasteiro à entrada da área. O gol deu tranquilidade ao Brusque, que trabalhou a bola e mostrou-se levemente superior ao adversário.

O gol não intimidou os visitantes, que continuaram marcando o Brusque no campo de ataque pressionando o Marreco, sem sucesso. Nos minutos que se seguiram, não houve nenhuma chance clara de gol. A pressão do Juventus deu certo e a equipe visitante equilibrou o jogo, mas foi incapaz de ameaçar a meta brusquense. 

A primeira etapa foi marcada por entradas fortes dos dois lados: por três vezes o departamento médico teve de entrar no gramado para atender os jogadores, mas apenas Giton, do Brusque, saiu lesionado aos cinco minutos de jogo e foi substituído por Tarciso.

Depois de meia hora de jogo, o Juventus atacou mais, mas ainda assim deu pouco trabalho ao goleiro Wanderson, que realizou poucas defesas. O Brusque também conseguiu chegar à meta do Juventus, mas foi  efetivo apenas no final do jogo: aos quarenta minutos, Eurico chutou cruzado para Tarciso, que empurrou para as redes; e dois minutos depois Aldair, da entrada da área, marcou o terceiro.

Segunda etapa equilibrada

O Juventus voltou do intervalo com uma formação bem ofensiva, e novamente apostou na pressão para reverter o resultado, sem sucesso, mesmo com maior posse de bola. O Brusque, com a vantagem no placar, se fechou e saiu nos contra-ataques para tentar matar o jogo; o que não aconteceu nos primeiros minutos.

Aos 31 da segunda etapa a equipe do Juventus ainda descontou o placar com gol de William. Apesar do gol sofrido o Brusque controlou os restantes finais da partida, e com isso saiu com a vitória pelo placar de 3 x 1.

VAVEL Logo