Kleber vira dúvida para o Gre-Nal
Kleber Gladiador pode não jogar o clássico diante do Internacional, domingo (Foto: Reprodução)
2014 se inicia como um péssimo ano para o atacante Kleber. Contratado para ser o principal nome da inauguração da Arena, o atleta passa por mais uma situação delicada. Nem a adoção do número 11, substituindo a tradicional camisa 30 - utilizada nas passagens pelo Cruzeiro e Palmeiras -, parece mudar a sorte (ou ausência dela) do jogador. 
 
Em 2012, ano em que chegou ao Grêmio, o atacante sofreu uma lesão que o afastou por mais de três meses dos gramados. Quando retornou, os médicos perceberam que era muito cedo, o que prejudicou o Gladiador durante o restante da temporada. No ano seguinte, outro rendimento abaixo da média e um turno inteiro do Campeonato Brasileiro sem ir às redes colocaram Kléber em cheque. 
 
Neste ano de 2014 mais uma tensão envolveu o jogador, que já havia se envolvido em uma briga na saída de uma festa durante a semana. A Geral do Grêmio, principal torcida organizada do time, conhecida pelo apoio incondicional durante os 90 minutos, vaiou e xingou o Gladiador do início ao fim do jogo com uma veemência vista somente no jogo de homenagem à Danrlei, em 2009, quando Assis entrou em campo e marcou um gol. Não bastasse o pífio rendimento, o atacante ainda viu seu substituto, Luan, tornar-se o principal jogador da partida. 
 
Na reapresentação desta quinta-feira (6), Kleber realizou trabalhos regenerativos no vestiário do Olímpico. A reavaliação médica acontece, nesta sexta-feira, irá definir se o atleta estará à disposição do técnico Enderson Moreira. Se for vetado, Luan é o principal nome para iniciar o Gre-Nal 399 na vaga ao lado de Barcos.
VAVEL Logo