Guarany-CE e Náutico se enfrentam em busca da classificação no Nordestão

Jogo de vida ou morte. Assim será o Guarany-CE x Náutico desta quinta-feira (6), com hora marcada para as 21h30, horário local. Cearenses e pernambucanos terão a última oportunidade de garantirem vaga na fase de mata-mata da Copa do Nordeste de 2014. Apenas o grupo D ainda não tem seus dois times classificados definidos, fazendo justiça ao apelido de "grupo da morte", recebido logo após a realização do sorteio que definiu as chaves do Nordestão no ano passado.

O Guarasol perdeu a oportunidade de se classificar de forma antecipada no último domingo (2), ao ser derrotado pelo Botafogo-PB no Almeidão por 1 a 0. Agora, mesmo continuando na liderança da chave com oito pontos, tem chances de ser eliminado precocemente, ainda que elas sejam mínimas. O Rubro-negro cearense só será despachado se for derrotado por dois ou mais gols de diferença pelo Timbu e se o Sport vencer o Bota-PB na Ilha do Retiro. Tais resultados deixariam as três equipes empatadas em número de pontos, mas o Cacique seria eliminado nos critérios de desempate.

Além de jogar no Estádio do Junco, sua casa, outra questão que coloca o Guarany de Sobral em vantagem sobre o Timbu é o fato de os rubro-negros, além de precisarem apenas de um empate para avançarem de fase, terem jogado somente uma partida nos últimos oito dias, enquanto os alvirrubros atuaram em nada mais e nada menos que três jogos. O desgaste do lado do time visitante será bem maior, apesar de o técnico Lisca já ter confirmado que o Náutico irá com time misto para o compromisso de hoje.

Vladimir de Jesus, treinador do Guarany, não deve fazer muitas mudanças em relação à equipe derrotada pelo Belo em João Pessoa. A formação inicial deve ser composta por: André Zuba; Zeca, Joécio, Juliano, Édson Pacujá; Elisvaldo Santos (Rodrigo), Zé Augusto, Júnior Cearense, Márcio Tarrafas; Adriano e Tiago Furlán.

No Náutico, seis jogadores foram vetados para a peleja e não viajaram a Sobral: o lateral-esquerdo Gerley, o zagueiro William Alves, o volante Elicarlos, os meias Yuri e Zé Mário e o atacante Hugo. Como forma de reposição, três atletas das categorias de base foram relacionados: o lateral-esquerdo Izaldo, o zagueiro Danilo Quipapá e o atacante Túlio Viana.

As reclamações dos demais integrantes do Clube Náutico Capibaribe, seja a diretoria, a comissão técnica ou os jogadores, em relação ao calendário de jogos, o qual tem provocado o desgaste físico do elenco e os consequentes desfalques para o confronto contra o Guarasol, são constantes.

Apenas a vitória interessa ao Timba. Se o triunfo vier com a diferença de um gol, o Alvirrubro da Rosa e Silva carimbará a ida ao mata-mata apenas se o Sport tropeçar no Botafogo-PB. Se for por dois gols ou mais de diferença, o CNC superará o Guarany nos critérios de desempate e poderá comemorar a classificação sem depender do resultado do jogo na Ilha.

É provável que os onze iniciais do Náutico sejam representados por: Alessandro; Hélder (João Ananias), Flávio, Danilo Quipapá, Izaldo; Rodrigo Possebon, Gustavo Henrique, Liniker, Marcos Vinícius; Pedro Carmona e Marcelinho (Paulo Júnior).

VAVEL Logo