Diretoria do Náutico recorre ao STJD para adiar última rodada do Nordestão
Mais uma ação judicial toma conta da atual edição da Copa do Nordeste (Foto: Divulgação)

Inconformada com a maratona de jogos pela qual a equipe tem passado, a diretoria do Clube Náutico Capibaribe entrou nesta quarta-feira (5) com um pedido oficial no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, solicitando o adiamento da última rodada do grupo D da Copa do Nordeste de 2014. Os jogos, que têm data marcada para esta quinta-feira (6), passariam a ser realizados amanhã, dia 7.

Os dirigentes alvirrubros alegam que a tabela atual não segue o Regulamento Geral das Competições da CBF, o qual determina que é preciso haver um intervalo de 66 horas entre uma partida e outra cujos adversários sejam clubes sediados em cidades com mais de 150 quilômetros de distância. O Náutico está jogando uma partida a cada 48 horas, daí surge o argumento de que o calendário apertado vai de encontro à lei da Confederação Brasileira de Futebol.

O presidente do clube da Avenida Rosa e Silva, Gláuber Vasconcelos, comentou a ação. "Tivemos uma semana desastrosa. O que está sendo com o Náutico é uma falta de respeito com o ser humano. Já perdemos Zé Mario e Marinho com lesões musculares. Além desses, fomos obrigados a poupar outros jogadores para essa partida, já os exames apontaram que eles estavam no limiar para também se lesionarem", justificou.

A decisão deve ser anunciada de maneira oficial na tarde desta quinta-feira. Quanto a isso, o mandatário alvirrubro se mostra otimista. "Sou um homem otimista. Do contrário, não estaria onde estou agora", afirmou.

A última rodada do grupo D do Nordestão é composta pelas seguintes partidas: Guarany de Sobral x Náutico, no Estádio do Junco, em Sobral, e Sport x Botafogo-PB, na Ilha do Retiro, no Recife.

VAVEL Logo