Com protesto da torcida contra Pato, São Paulo vence Paulista no Morumbi

Sob protesto da torcida contra a contratação de Alexandre Pato, o São Paulo venceu nesta quinta-feira (6) o Paulista por 2 a 0 pela sexta rodada do Campeonato Paulista, gols de Luís Fabiano e Antonio Carlos. Após ter jogado um bom futebol em boa parte da segunda etapa, os holofotes ficaram nas arquibancadas, onde a torcida protestou contra Pato, que deverá ser o novo reforço são-paulino.

Na próxima partida do Paulistão 2014, o Tricolor vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta, domingo (9), às 17h. Já o Paulista enfrenta o Penapolense, só que na terça-feira (11), às 19h30, em casa.

Após a vitória, o clube do Morumbi foi a 12 pontos e continua líder do grupo A da competição. O Galo da Japi, no entanto, briga contra o rebaixamento, já que é último do grupo C com apenas dois pontos, e pode terminar o campeonato como um dos quatro piores e ir para a Série A-2.

São Paulo é melhor e abre o placar

Apesar de ter sido melhor no contexto, o São Paulo começou sendo atacado pelo Paulista e quase sofreu o gol, quando Daivid Batista dominou dentro da área, girou e chutou no alto, Rogério Ceni pulou e fez uma grande defesa. David estava mesmo disposto a dar trabalho a zaga são-paulina, tanto que, logo depois de quase ter aberto o placar, o atacante recebeu em velocidade, dominou e, quando se preparava para invadir a área, Antônio Carlos tirou.

Confira como foi o tempo real da vitória do Tricolor sobre o Paulista de Jundiaí

Após um tempo com os times sem chegar ao gol, o Paulista voltou a atacar com perigo. Aos 15, após cobrança de escanteio, Humberto subiu e cabeceou para fora. No entanto, essa foi a última jogada perigosa do time de Jundiaí no primeiro tempo, pois depois disso o Galo da Japi só se defendeu.

Depois de uma pequena pressão do Paulista, o São Paulo resolveu acordar. Com a posse de bola, mas com lentidão, o Tricolor tentava criar algumas chances e, aos 21, Wellington arrancou, driblou e tentou o passe para Álvaro Pereira. Porém, o zagueiro cortou a jogada e a bola bateu em Jô, voltando para dentro da área e deixando Pereira na cara do gol. O uruguaio dominou, girou e bateu para fora.

Após tentar a todo momento infiltrações na zaga do Paulista, o Tricolor tentou de outra maneira e deu certo. Álvaro Pereira cobrou a falta e o zagueiro artilheiro apareceu por trás da zaga e abriu o placar no Morumbi, marcando mais um gol com a camisa do São Paulo.

Depois do gol, a única jogada perigosa foi de Osvaldo e Ademilson. O jovem garoto fez uma grande jogada e tocou para a flecha cearense, que bateu por cima do gol de Juliano.

Velocidade, protesto e gol

Já na primeira grande jogada do segundo tempo o Tricolor mostrou que queria o segundo gol. Após ótimo cruzamento de Álvaro Pereira, Paulo Henrique Ganso só colocou o pé direito e a bola passou raspando a trave direita do goleiro Juliano. Logo depois, aos sete, mais uma vez Pereira apareceu na linha de fundo e cruzou para Luís Fabiano, que chutou forte para a defesa do goleiro.

O São Paulo foi bastante rápido no segundo, principalmente com Osvaldo e Ademilson, os dois atacantes que atuam pelo lado do campo. Por conta dessa velocidade que o time paulistano chegou ao segundo gol aos 16 minutos. Osvaldo deixou o zagueiro tonto e cruzou rasteiro para dentro da área. Oportunista, Fabuloso aproveitou a chance e chutou forte de perna direita para o fundo da rede.

A todo momento jogadas eram criadas pelo lado do campo, principalmente com os dois atacantes e Álvaro Pereira, que passava muito bem pelo lado esquerdo. Em uma dessas passagens do uruguaio, aos 23, Osvaldo recebeu cruzamento perfeito de Pereira e cabeceou por cima.

O São Paulo foi em busca do terceiro gol e, quando Ganso recebeu a bola e avançou, Luis Fabiano invadiu a área e recebeu do camisa 8. O fabuloso ainda conseguiu dominar, mas Juliano saiu do gol e deu um carrinho preciso na bola e a tirou do pé do artilheiro.

Depois de grandes jogadas da equipe da casa, a mesma resolveu segurar o jogo e as atenções ficaram na arquibancada. A torcida do São Paulo gritava a todo instante contra a contratação de Alexandre Pato, que deve ser concretizada nas próximas horas. Com isso, Luis Fabiano teve seu nome cantado pela principal organizada do clube, embora eles não tenham um relacionamento saudável.

Com o jogo ganho, foi só administrar a partida e esperar a partida acabar e esperar a vitória. Com isso, o Tricolor se recuperou da derrota diante do Palmeiras e afundou ainda mais o Paulista, que fica muito perto do rebaixamento para a Série A-2 do Campeonato Paulista.

VAVEL Logo