Empate no Junco classifica o Guarany-CE e elimina o Náutico no Nordestão

Com o pedido de adiamento da última rodada do grupo D da Copa do Nordeste negado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o Náutico teve que entrar em campo com o Guarany-CE na noite desta quinta-feira (6).

A missão dos pernambucanos era difícil. Precisavam vencer por dois gols de diferença para irem à fase de mata-mata do Nordestão, sem dependerem do resultado da partida entre Sport e Botafogo-PB. Mas nem a vitória o Timbu conseguiu; ficou apenas no empate. Saiu atrás no placar com Reinaldo e chegou à igualdade com o prata-da-casa Marcos Vinícius. Ambos os gols saíram no primeiro tempo.

Com o resultado de 1 a 1, o Guarany foi a nove pontos e se classificou às quartas-de-final na primeira colocação. Enfrentará o Santa Cruz, clube o qual eliminou na Série D em 2010, na fase seguinte. O vice-líder da chave foi o Sport, que venceu o Botafogo de João Pessoa por 1 a 0, terminou a primeira fase com oito pontos e defrontará o CSA.

Minutos iniciais bastante movimentados

O jogo em Sobral começou a todo o vapor. Logo aos nove minutos, o atacante Reinaldo, livre de marcação, abriu o placar para a equipe da casa num gol de cabeça, vindo após uma cobrança de escanteio. A situação dos alvirrubros, que já não era fácil, dificultou-se ainda mais.

Mesmo em desvantagem no marcador, o time misto do Timbu não se abateu e partiu para cima, em busca da reviravolta. Com 19 minutos no relógio, chegou à igualdade numa jogada inteiramente feita por jogadores das categorias de base: Gustavo Henrique tocou a bola para Marcos Vinícius; o meia arriscou de fora da área e balançou as redes, vencendo o goleiro André Zuba.

O gol de empate animou os garotos alvirrubros, os quais continuaram dominando as ações no meio-campo e pressionando em busca da virada, que acabou não vindo. Ao final dos 45 minutos iniciais, as equipes foram aos vestiários empatadas.

Time da casa administra o resultado e se classifica

Diferente de boa parte da primeira etapa, o Guarany de Sobral voltou para o segundo tempo mais ligado no jogo. Pressionando a saída de bola do adversário e tendo a pelota nos pés por mais tempo, os rubro-negros passaram a ser os senhores da peleja. Foi aí que o goleiro Alessandro repetiu a boa atuação da partida contra o Botafogo-PB, em João Pessoa, e roubou a cena ao efetuar defesas importantes, as quais ainda faziam os jogadores e os torcedores do Náutico terem esperança numa eventual classificação.

Mesmo com as mudanças feitas pelo técnico Lisca, o CNC não conseguiu se impor no jogo e construir o resultado que lhe era favorável. Após ter conhecimento da vitória do Sport Recife sobre o Botafogo de João Pessoa, Vladimir de Jesus orientou à sua equipe que apenas administrasse o resultado, pois a partir daí o Timba precisaria fazer mais dois gols para passar de fase. E assim se fez.

O empate em 1 a 1 deve ser muito comemorado no interior cearense. Eliminado precocemente da Série D 2013, depois de ter sido rebaixado na Terceirona em 2012, o Guarany obteve uma expressiva primeira colocação em sua chave no Nordestão. O Cacique do Vale conseguiu ser líder do "grupo da morte", cujos outros integrantes eram dois grandes clubes da região Nordeste - Sport e Náutico - e o atual campeão da Série D do Brasileirão - Botafogo-PB.

Ao Náutico restou a lamentação pela eliminação precoce. Apesar do elenco renovado e recém-formado, a torcida exigia a classificação para o mata-mata. Agora, é preciso "juntar os cacos" para o Campeonato Pernambucano.

VAVEL Logo