Santa Cruz derrota o Central na estreia do Pernambucano

Neste domingo (9), o Santa Cruz recebeu o Central, na estreia do Coral no Campeonato Pernambucano 2014, e venceu por 4 a 2, com dois gols de Léo Gamalho. O Mais Querido segue em busca do tetracampeonato para festejar ainda mais em se tratando do ano do centenário do Santa. Já a equipe visitante procurava manter a ótima campanha conquistando no primeiro turno, quando a Patativa se sagrou campeã.

O bom desempenho do alvinegro caruaruense garantiu, com três rodadas de antecedência, a sua vaga no Campeonato Brasileiro, bem como a sua participação no Hexagonal do Título ao lado de Santa Cruz, Sport, Náutico, Salgueiro e Porto.

Primeiro tempo movimentado e com quatro gols

Com a bola rolando, o Santa Cruz partiu para cima logo nos minutos iniciais de partida. Renatinho teve ótima chance com 2 minutos, o goleiro André salvou a Patativa por hora. Aos 11, Léo Gamalho rolou para o Renatinho que, de perna direita, chutou torto e a bola foi por cima. 

Aos 17, o Tricolor do Arruda abriu a contagem no José do Rego Maciel. Léo Gamalho aproveitou cruzamento cabeceou para as redes. O zagueiro Allyson, do Central, ainda tocou na bola antes que ela entrasse, mas não conseguiu evitar o tento Coral. 

Depois daí, parecia que o Santa controlaria as ações da partida. Porém, em uma jogada estranha, o time de Caruaru chegou à igualdade aos 25 minutos da etapa inicial. Johnathan Goiano recebeu passe rasteiro e empurrou para o fundo das redes de Tiago Cardoso, deixando tudo igual no Estádio do Arruda. 

O time treinado por Vica respondeu 3 minutos depois, Everton Sena recebeu cruzamento perigoso de Luciano Sorriso mas cabeceou para fora. Para piorar situação do Santa, o Central chegou à virada aos 36 minutos. Fernando Pires arrancou do meio de campo, fez grande jogada, e bateu no canto de Tiago Cardoso, que ainda tocou na pelota mas não conseguiu evitar o segundo gol alvinegro. 

Mesmo assim, o time Coral não baixou a cabeça e chegou ao empate dois minutos depois, novamente com o Léo Gamalho. O atacante cabeceou aproveitou cobrança de falta de Luciano Sorriso e cabeceou para deixar tudo empatado de novo. Com o 2 a 2 no placar, as equipes esperaram o fim do primeiro tempo. Restava a segunda metade do jogo para que o resultado fosse definido.

Santa garante os três pontos na segunda etapa

Para a segunda etapa, o time Coral retornou com uma baixa. Léo Gamalho sentiu dores na coxa e teve de ser substituído. Em sua vaga, entrou o atacante Pingo. Mesmo sem a referência no ataque, o Mais Querido virou novamente. Desta vez com o atacante Cassiano, que completou o cruzamento de Tiago Costa para o fundo das redes. Aos 15 minutos, o Santa ficou com um homem a mais em campo. Allyson recebeu o segundo amarelo e foi expulso. 

Com 18 minutos, Renatinho quase ampliou. O baixinho aproveitou o rebote mas carimbou a trave alvinegra. Após a virada, a equipe Coral se estabilizou e passou a tocar a bola com cautela e eficiência ao mesmo tempo. Tanto que, Pingo aumentou a vantagem aos 25 do segundo tempo. 

Após voleio de Renatinho, a bola sobrou para Pingo, que driblou o arqueiro André para fazer o quarto do Mais Querido na partida. Depois disto o Central só veio assustar aos 39, Tiago Cardoso salvou o Santa, garantindo a vitória tricolor por 4 a 2.

VAVEL Logo