Avaí joga contra o Criciúma tentando amenizar crise
Último confronto terminou com vitória do Criciúma e classificação à final do Catarinense (Foto: Deza Bergman / Gazeta)

Só pela rivalidade e pelo que representam no Estado, o jogo entre Avaí e Criciúma já chamaria atenção. Mas o momento em que vivem as duas equipes, adiciona um toque a mais de dramaticidade à partida em Florianópolis.

Avaí e Criciúma se enfrentam hoje (9) na Ressacada, em Florianópolis, pela quinta rodada da primeira fase do Catarinense 2014. O jogo acontece às 17 horas e terá transmissão em tempo real pelo Vavel Brasil. A arbitragem será de Célio Amorim. O último confronto entre as equipes foi no Heriberto Hülse, na semifinal do Catarinense passado e o Criciúma venceu por 1 a 0, se classificando para a final, e depois se tornando campeão do Estadual em 2013.

Avaí tenta afastar fase ruim no campo e amenizar crise interna

O Avaí vem de duas derrotas seguidas, e em quatro jogos tem apenas três pontos e ocupa a 8ª posição do Campeonato Catarinense. Além da fase ruim em campo, o elenco está com salários atrasados desde dezembro e assumiu a "Lei do Silêncio", não concedendo entrevistas à imprensa. Com a torcida insatisfeita com o rendimento da equipe e pressionando a diretoria, cabeças já rolaram: o gerente de futebol avaiano, Júlio Rondinelli pediu dispensa da equipe na última sexta-feira (7). A próxima a rolar pode ser a do técnico Emerson Nunes, que ainda não fez a equipe engrenar. Para o clássico, o Avaí não virá com muitas mudanças em relação à equipe que perdeu para o Joinville no meio de semana e deve ser escalada com: Diego; Bocão (Arlan), Antonio Carlos, Bruno Maia, Eduardo Neto; Eduardo Costa, Julio Cesar (Tinga; Revson), Cleber Santana, Marquinhos, Luciano; Betinho.

Vindo de derrota, Criciúma tenta alcançar regularidade

Pelos lados do Criciúma, a derrota por 3 a 0 para o Metropolitano tirou a invencibilidade e a liderança do Campeonato do Tigre, que já ocupa a 4ª posição com sete pontos e, se perder pontos, pode sair da zona de classificação. Para enfrentar o Avaí, o técnico Ricardo Drubscky vai fazer mudanças na equipe, mas ainda depende da condição de alguns atletas para definir o time. Drubscky explicou que o time ainda está em construção e que "as dificuldades são grandes, porque não é fácil você montar um time, um 11, harmonioso e com um grupo tão recente na formação". O Tigre deve entrar em campo contra o Avaí com Galatto; Eduardo, Ronaldo Alves, Escudero, Everton; Serginho, João Vitor, Paulo Baier; Lucca, Lulinha, Fernando Karanga.

VAVEL Logo