Pedro Ken pode ganhar a vaga de Guiñazu no meio campo
A mudança não é por lesão, e sim uma mudança tática (Foto: Divulgação/Vasco)

O técnico Adilson Batista deve manter boa parte do time que foi derrotada pelo Flamengo no polêmico clássico do último domingo no Maracanã. O Vasco enfrenta o Bangu, nesta quarta-feira (19), em Moça Bonita, às 16h, e o treinador pode promover uma mudança no meio de campo: Guiñazu deve deixar o time e ceder a vaga para Pedro Ken.

Briga saudável com Edmílson

O jovem Thalles vem treinando e se destacando, inclusive tem sido apelidado de Talismã nos jogos. Quando perguntado sobre uma possível mudança no ataque, o técnico Adilson elogiou o atleta e destacou a luta sadia por posição com o também atacante Edmilson.

“Pode, até domingo poderia colocá-lo, mas tem a viagem, o desgaste, o Barbio tem velocidade. Você pensa o jogo certo, mas a execução não foi. Você pode mudar e fazer duas linhas de quatro, mas o Douglas não tem essa condição. Se olhar o contexto do que aconteceu no jogo, a gente tinha algumas preocupações , a própria entrada do Everton Costa e do Douglas foi no aspecto físico, às vezes você acaba deixando de dar oportunidade a um atleta em que você acredita. Ele tem potencial, daqui a pouco chega, é novo,e a briga vai ser saudável entre ele e o Edmilson", disse o treinador.

Elogios para Everton Costa

Além do meia Douglas, outro jogador que agradou o técnico Adilson Batista no clássico com o Flamengo, foi o atacante Éverton Costa. Titular pela primeira vez, o camisa 17 recebeu elogios do treinador , que revelou ter observado o atleta quando ele ainda defendia o Caxias (RS), em 2011, e o indicou para a diretoria do Vasco.

"Éverton Costa eu conheço desde o Caxias, observei o jogo dele lá, já havia indicado para o clube e o Rodrigo Caetano conseguiu trazer. Jogador que sabe proteger, tem mobilidade e, em pouco tempo de clube, vem conseguindo ter participações boas. Se continuar assim, vai ajudar bastante.", afirmou Adílson.

VAVEL Logo