Estádio Zerão é reinaugurado no Amapá
Reinaugurado no sábado passado (15), o Zerão recebeu sua primeira partida oficial nesta quarta-feira (19), quando o Santos de Macapá defrontou o Princesa do Solimões (Foto: Luiz Fernando / Agência Amapá)

Antes abandonado, agora de volta à rotina dos torcedores amapaenses. Assim está o Estádio Milton Corrêa, popularmente conhecido como Zerão, em Macapá, capital do Estado do Amapá. O apelido se deve à localização estratégica da praça esportiva: a linha do meio-campo coincide com a passagem da Linha do Equador, de latitude zero, que divide o planeta Terra nos hemisférios Norte e Sul. Tal fato contribui para mais uma peculiaridade do Zerão: cada time acaba jogando em um hemisfério.

Na solenidade de reinauguração, realizada no último sábado (15), Camilo Capiberibe (PSB), governador do Amapá, não escondeu sua felicidade por participar de um momento de extrema importância para o povo da sua terra. "Este momento representa mais do que devolver o estádio para o esporte amapaense. Ele é o símbolo de que o nosso Estado está num caminho muito melhor, onde a credibilidade abre novas possibilidades de avanço de desenvolvimento", discursou. "Vou torcer pelo presente e pelo futuro do esporte, torcer pelo que o Amapá tem de melhor, que é a credibilidade de sua gente", completou.

Solenidade marcou a reinauguração do Estádio Zerão em Macapá (Foto: Jorge Júnior / Agência Amapá)

O alagoano Aldo Rebelo (PC do B), ministro do Esporte, também esteve presente na cerimônia. "O futebol amapaense merecia a revitalização deste espaço e que este momento seja um marco de mais investimentos na infraestrutura do esporte", afirmou. Rebelo ainda garantiu que R$ 4,1 milhões estão disponíveis para que o Governo do Amapá amplie o estádio e duplique sua capacidade de público, atualmente de 10 mil pessoas. O evento também contou com a presença de deputados, senadores, prefeitos e parentes de homenageados.

Dentro de campo, duas partidas não oficiais foram realizadas. A Seleção Master Amapaense enfrentou a Seleção Master Carioca e a Seleção Amapaense Profissional duelou com a Seleção Brasilera Sub-20. No primeiro jogo, vitória dos anfitriões por 1 a 0, gol de Zé Roberto. No segundo, os canarinhos golearam por 5 a 1 (Luciano Marba; Natan, Carlos, Evandro 2x e Mosquito). Cerca de 10 mil pessoas compareceram aos jogos e 18 toneladas de alimentos não perecíveis foram arrecadadas.

Assim ficou o Novo Zerão; bandeira do Estado do Amapá ganha notável destaque nas arquibancadas (Foto: Divulgação / Twitter)

Nesta quarta-feira (19), a bola rolou para o primeiro jogo oficial do Novo Zerão. Em confronto válido pela Copa Verde, competição regional que reúne equipes das regiões Norte e Centro-Oeste (à exceção de Goiás) e do Estado do Espírito Santo, o Santos-AP recebeu o Princesa do Solimões-AM. Com o revés por 1 a 0 no jogo de ida, o time de Macapá precisava vencer por dois gols ou mais de diferença para passar de fase.

Mesmo com o massivo apoio da torcida local - o público não foi divulgado, mas estima-se que também tenha sido de 10 mil pessoas -, o Peixe da Amazônia sucumbiu diante dos visitantes. Chegou a abrir 2 a 0, com gols de Daniel e Sandro, mas cedeu o empate - Marinélson e Charles assinalaram os tentos do Princesa - e viu a classificação às quartas-de-final do certame escapar das suas mãos. Classificados, os amazonenses enfrentarão o Paysandu no round seguinte. Nada que retire a alegria e o sorriso no rosto da torcida amapaense, que agora tem seu templo do futebol de volta. Uma década sem o Estádio Milton Corrêa ficou para trás e a população espera que um novo tempo venha para o esporte estadual.

VAVEL Logo