Para Hungaro, time B do Botafogo pode fazer jogo equilibrado contra o Flu
Reservas terão missão difícil no domingo (Foto: Vitor Silva / SSPress)

Se quiser chegar ao G-4, o Botafogo não pode perder mais nenhuma das seis partidas que tem pela frente. Apesar disso, os ânimos continuam calmos em General Severiano e o treinador Eduardo Hungaro não se estressa: em sua opinião, o time B que entrará a campo é suficientemente forte para, no mínimo, fazer um jogo equilibrado.

“Se olharmos para o grupo que pretendemos usar no domingo, com Lucas, Bolatti e Junior Cesar, é semelhante ao nível do Fluminense. Mas não existe entrosamento, então é natural que possa ocorrer mais desencontros do que se fossem os titulares. Mesmo assim, temos condições de fazer um jogo equilibrado no domingo”, comentou.

A confirmação dos atletas que começam jogando acontecerá apenas no sábado, já que Hungaro prefere esperar avaliações do condicionamento físico dos atletas antes de confirmar o time. O lateral-direito Lucas recuperou-se de lesão e pode começar jogndo, mas ainda não houve confirmação por parte do Botafogo.

LEIA MAIS: Zeballos, novo camisa 10 do Botafogo, está fora do clássico contra o Fluminense

Apesar dos resultados negativos na temporada, o treinador elogiou seus atletas e acredita que a campanha ruim não é motivo para alardes. “Se for feita uma análise justa, os jogos que empatamos ou perdemos, quase todos merecíamos um resultado melhor. Mas as análises são feitas em cima dos resultados. O Flamengo fez quatro jogos (com os reservas) e ninguém falou nada, e olha que não jogou a pré-Libertadores”, analisou.

O time titular descansará devido a viagem que terá de fazer até o Chile, logo na segunda-feira, para enfrentar o Unión Española, pela fase de grupos da Libertadores na próxima quarta-feira (26).

VAVEL Logo