Com tranquilidade, Atlético-PR vence Arapongas e respira no Estadual

Debaixo de uma garoa fina, o Atlético-PR recebeu o Arapongas na tarde deste domingo (23), no Eco Estádio Janguito Malucelli, em partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Paranaense. Com mudanças em relação a equipe que empatou com o Operário, o Furacão mandou na partida e venceu por 3 a 0.

Com a vitória, o Rubro-Negro chega aos nove pontos e ocupa a 10ª posição. Na próxima rodada a equipe atleticana volta ao Eco Estádio, mas agora como visitante. Com mando de campo do Jota Malucelli, o Atlético-PR precisa manter o ritmo e buscar a vitória, para entrar na briga pela classificação para a próxima fase.

Atlético domina e sai na frente

Após o empate contra o Operário na última rodada e muitas cobranças em cima do desempenho da equipe sub-23, o técnico Petkovic mudou a equipe rubro negra para o confronto contra o Arapongas. A principal mudança foi a entrada do meia Nathan, que integrava a equipe profissional na Libertadores. Além dele, o zagueiro Erwin também apareceu entre os titulares. Jogando no esquema 4-5-1, o Furacão dominou boa parte de primeira etapa.

Os grandes destaques do primeiro tempo foram os meias Marcos Guilherme e Nathan, que participaram das principais jogadas ofensivas. Marcos até teve chances de abrir o placar, mas nas duas oportunidades, a bola parou nas mãos do goleiro Edson, que foi o destaque do Arapongas. Foi dos pés de Nathan que o primeiro gol do Rubro-Negro começou a ser desenhado. Após jogada pela esquerda, o meia entrou na área e foi derrubado por Biel. Na cobrança da penalidade, Hernani bateu forte e deixou o Furacão em vantagem antes do intervalo.

Furacão diminui o ritmo, mas vence com tranquilidade

O Furacão voltou com a mesma equipe para a segunda etapa, porém a postura foi outra. Jogando mais recuado, o rubro negro deu mais espaços para o Arapongas e, assim como na primeira etapa, apostava nas descidas dos meias. Em uma jogada de Marcos Guilherme, Nathan recebeu na área e foi derrubado pelo goleiro Edson. O 4º árbitro Murilo Klein – que substituiu Lucas Torezin, após o arbitro sentir uma contusão – nada marcou. No lance, o meia atleticano sentiu a panturrilha e foi substituído por Harrison, que retornava após um longo período longe da equipe rubro negra.

Autor do gol atleticano no primeiro tempo, Hernani também foi substituído, dando lugar ao atacante Guilherme. As mudanças logo surtiram efeito e em jogada pela esquerda, Harrison recebeu de Sidcley e achou Crislan livre. O atacante dominou a bola e bateu no canto, o goleiro Edson chegou a tocar na bola, mas não evitou o segundo gol rubro negro. Pouco tempo depois, em outra descida do Atlético-PR, o atacante Guilherme tocou da entrada da área para Marcos Guilherme, que no meio de dois marcadores, saiu na cara do gol e marcou o terceiro do Furacão, dando números finais a partida.

VAVEL Logo