Sampaio Corrêa denuncia Ceres por jogador irregular na segundona do carioca
Galinho da Serra ainda busca uma vaga nas semifinais da Taça Corcovado, agora no tribunal (Foto: Yan Aguiar)

Com as semifinais ja decididas, o Campeonato Carioca da Segunda Divisão ganhou uma nova página nessa terça (20). Isso porque o Sampaio Corrêa, eliminado da competição, entrou com uma ação no TJD-RJ por uma suposta irregularidade na escalação do jogador William da Silva Teixeira, do Ceres, que estava suspenso. Segundo o clube da região dos lagos, o jogador utilizou a camisa 3 e assinou a súmula como William Carlos dos Santos Souza, esse último em condições de jogo, na partida contra o Tigres do Brasil.

A diretoria do Sampaio garante ter provas concretas de que o Ceres utilizou o jogador de forma irregular. Além disso, a departamento jurídico da equipe afirma que o próprio William Carlos jogou contra o Tigres, mas assinou como Yan da Silva Baptista. O jogador chegou a entrar no segundo tempo.

Willian da Silva foi suspenso por dois jogos, após ser expulso contra o Barra Mansa, dia 12 de abril. O nome do atleta não apareceu entre os relacionados do jogo contra o Ceres.

O advogado da equipe saquaremense, Dr. Mauro Chidid, ja protocolou a ação. Segundo o dirigente do clube, Kleber Murilo, o Sampaio tem de ganhar a vaga:

"- O Dr. Mauro já falou que está 100% convencido, que tem um cabedal de provas documentais, fotográficas e de vídeo. As provas no vídeo que estão no site da FFERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) são flagrantes. Não teremos uma resposta sobre isso nesta quarta (21) porque o Tribunal está em obras, mas na quinta-feira eles vão apreciar a nossa situação. Pediremos a suspensão não do campeonato como um todo, mas da partida do Ceres, tendo em vista que a situação envolve só um clube da semifinal" - concluiu Kléber Murilo.

O diretor de futebol, Rafael Badá, lamentou mais um caso de irregularidade no futebol:

"- A gente não queria isso, não é de praxe do Sampaio Corrêa, mas se o regulamento diz uma coisa, tem que ser cumprido. Acho que futebol devia ser resolvido dentro de campo, mas a gente vê mais um caso como esse." - afirmou Badá.

As semifinais estão marcadas para o próximo sábado (24). Além de Barra da Tijuca e Ceres, Goytacaz e Tigres do Brasil se enfrentam, buscando o título da Taça Corcovado.

VAVEL Logo