Muricy diz que derrota é inexplicável e que não pode culpar apenas a defesa
Muricy concorda que cada time mereceu a vitória em cada tempo (Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC)

Após a derrota sofrida por 5 a 2 do Fluminense, o técnico Muricy Ramalho declarou em sua entrevista que há partidas no futebol que não podem ser explicadas e foi o que aconteceu nesta noite no Maracanã. O treinador acredita que após o intervalo, o time carioca conseguiu aproveitar os espaços e o São Paulo parou de jogar.

Perguntado sobre a postura do time no segundo tempo, onde sofreu quatro gols, Muricy afirmou que o Fluminense voltou mais forte, enquanto isso o time do São Paulo parou e não conseguia criar mais nada.

"É difícil explicar. O jogo realmente estava todo a nosso favor, dominamos, marcando saída de bola. De repente, mudou tudo. Tem coisas no futebol que não tem condições de explicar. Voltamos com o mesmo pensamento de não deixar jogar. Infelizmente, mudou tudo. O Fluminense mereceu a vitória no segundo tempo e a gente no primeiro", foi a avaliação do treinador são-paulino.

A defesa do tricolor paulista falhou em três gols do Fluminense e ainda contou com um gol contra do zagueiro Lucão, mas Muricy Ramalho não culpou apenas a defesa e disse que os outros setores também precisam marcar. O técnico também deu méritos ao time carioca que voltou com outra postura no segundo tempo e mereceu a vitória.

"Difícil estar falando no sistema. A defesa começa na frente. Não pode falar só da defesa. Ainda são jovens. Não adianta colocar a culpa só num sistema. No domingo, ganhamos com tranquilidade. A culpa é do time todo. Deixamos o Fluminense jogar demais. O Luis Fabiano, com o cartão amarelo, ficou com receio de marcar adiantado e ser expulso. Quando deixa jogar, eles desequilibram. Não podemos tirar o mérito dos jogadores do Fluminense. Nós não entramos em campo no segundo tempo."

O São Paulo retorna para o Morumbi, após um jogo em Barueri e dois no estádio do Maracanã, onde irá enfrentar o Grêmio no sábado (24), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro e o técnico garante que o time não irá sentir a derrota e continua em busca das primeiras colocações.

"Os jogadores são profissionais. Temos outro jogo duro. Temos de levantar a cabeça. Aqui ninguém precisa motivar ninguém. É obrigação de todos nós. " , concluiu o técnico.

Com a derrota, o São Paulo ocupa a sétima posição do Campeonato com nove pontos somados e ainda pode perder a posição para o Atlético Mineiro, que ainda joga nesta rodada.

VAVEL Logo