Treze vence o CRAC e sai da zona de rebaixamento na Série C
Treze vence o CRAC por 1 a 0 (Foto: João da Paz/ Especial para a Vavel Brasil)

Neste domingo, Treze e CRAC se enfrentaram pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C no Estádio Presidente Vargas, e o alvinegro venceu a partida pelo placar mínimo, 1 a 0, tirando o clube da zona de rebaixamento. Esta foi a primeira vitória do Galo da Borborema na competição, que antes tinha três empates e uma derrota. O gol dos paraibanos foi marcado por Birungueta aos 30 minutos ainda da primeira etapa, depois de sobra de bola na grande área. Os goianos sentem o gosto da segunda derrota na terceirona.

Com o placar finalizado, o Treze ultrapassou o CRAC na classificação. Antes da partida iniciar, o Treze era o nono colocado com apenas três pontos, agora ocupa a quinta posição com seis. Os goianos continuam somando cinco pontos no total, mas saíram do G4 e hoje flertam com a zona de rebaixamento, apenas na sétima colocação.

As duas equipes voltam a jogar pela série C no próximo final de semana. O CRAC receberá o Águia de Marabá no sábado (31) as 18:00 no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão. Já os comandados de Givanildo Oliveira viajam até Coruripe, interior de Alagoas, para enfrentar o CRB no domingo (1) as 19:00, no Estádio Gerson Amaral. Porém na quinta feira, o Treze atuará pelo Campeonato Paraibano, quando viaja até João Pessoa para enfrentar o Botafogo. O clássico tradição está marcado para as 19:00 no Estádio O Almeidão.

Galo sai na frente

Os donos da casa começaram a parrtida buscando o ataque, mas o goleiro do CRAC pouco foi exigido. Os goianos inicialmente não ameaçaram muito a meta de Gilson. Com o galo melhor em campo, coube ao CRAC ficar mais na defesa. Jonatas Belusso e Fernandes jogavam mais com a bola e assustavam. Mesmo depois de vinte minutos, nenhuma chance de gol foi criada.

Ainda sem efetividade para completar as finalizações, o alvinegro mantinha mais a posse de bola, no pouco tempo que os visitantes tiveram domínio, conseguiam se aproximar da defesa do Treze, mas os atacantes estavam em posição de impedimento. Aos 30 minutos o galo chegou a finalizar, mas Esquerdinha não conseguiu marcar. O próprio Esquerdinha e Fernandes continuavam tentando, mas sem perigo.

Apenas aos 38 minutos o galo conseguiu abrir o placar. Em chute desviado de Fernandes, a bola sobrou para Birungueta, que de fora da área, não deu chances para Giuliano, fazendo a festa do público. Jonatas Belusso ainda tentou ampliar, mas errou a finalização depois de driblar o goleiro.

Gols perdidos pelos dois lados, mas o placar persistiu

Logo no início da segunda etapa o CRAC assustou os donos da casa com Araújo, que acabara de entrar, porém Gilson segurou firme. Fernandes chegou a tentar o gol aos 12 minutos, mas a finalização saiu errada. Mesmo em vantagem no placar, o Treze queria o segundo gol, mas Clébson e Jaílson não aproveitaram as chances que obtiveram.

Na medida em que o CRAC avançava, deixava mais espaços para o Galo, em um desses erros, Clébson recebeu e deixou Belusso livre dentro da área, mas o atacante acertou a trave e em seguida a bola saiu. Os visitantes não atacavam com contundência, em uma rara chance até o momento, depois de escanteio, a cabeçada passou rente a trave do goleiro galista. Na sequência do lance, Giulano rebotou em chute de Esquerdinha, mas Jaílson não aproveitou, causando impaciência em boa parte da torcida do Treze. Em mais um contra ataque do Treze, Clébson pegou a bola lsozinho na entrada da área, mas chutou por cima, desperdiçando a melhor chance da partida.

Pouco antes do fim, o CRAC teve a chance de empatar o jogo em dois lances, na primeira, Nino Guerreiro não aproveitou e na segunda chance, Gilson saiu bem do gol depois de bola alçada para Araújo. Depois, o Galo tocou mais a bola na intermediária, sem sofrer nem causar perigo, apenas esperando o final do duelo.

VAVEL Logo