Atlético-GO não dá chances e vence América-MG
Foto: Carlos Cruz/América-MG

Em um dia bastante atípico para o América-MG, até o momento líder do Brasileirão da Série B, o Atlético-GO se aproveitou e não tomou conhecimento da péssima noite do adversário. Goleou por 3 a 0 em partida disputada no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, valendo pela oitava rodada.

O resultado foi tão bom para o Atlético-GO, que a equipe rubro-negra saltou da 16ª para 11ª colocação com 11 pontos ganhos. Por sua vez, o América-MG tinha uma boa vantagem e não perdeu a liderança, com 17 pontos. Por outro lado, o Coelho tem Ceará e Joinville, segundo e terceiro lugar, em seu encalço, com a mesma pontuação. 

Em entrevista após o jogo, o técnico Moacir Junior apontou os erros, justificou a derrota, mas prezou pelo equilíbrio para o próximo jogo. 

"Hoje infelizmente nos descuidamos em três lances nos quais a bola ficou se oferecendo para ser afastada. Não é do estilo da equipe sofrer gols assim. Mas agora é ter tranquilidade. A campanha é boa e nós temos mais duas partidas para batermos esta meta (de 19 pontos). Estamos no G-4. Ninguém consegue fazer a Série B de forma invicta. Nenhum clube fez isso. Então vamos retomar com calma e equilíbrio para a partida contra o Náutico", analisou o treinador.

Na próxima rodada, a penúltima antes da parada para Copa do Mundo, o Atlético-GO viaja até o Ceará para encarar o Icasa, no Romeirão, sábado (31), às 21hs. O América-MG joga em Muriaé, contra o Náutico, no Soares de Azevedo, no mesmo dia, só que às 16h20.

Dois erros, dois gols do Dragão

O América-MG entrou em casa irreconhecível, com pouca ofensividade e com uma defesa demonstrando muita instabilidade. Sem ter nada a ver com isso, ou se aproveitando de um dia nada agradável para o líder da Série B, o Atlético-GO foi passando como um trator por cima do Coelho e não demorou à abrir o marcador com Jorginho, após falha de Matheus, que saiu mal do gol no cruzamento de Jonas. 

O gol não acordou a equipe americana, mesmo em um campo com dimensões de 110 x 75, que antigamente era a oficial, não aproveitava os espaços para tocar a bola com sensatez. Por outro lado, o Atlético-GO se armava para dar o bote no meio-campo e quase sempre conseguia. Em nova falha da defesa americana, Fábio Lima aproveitou a jogada confusa na grande área para estabelecer 2 a 0 no placar.

Dragão não perdoa e define o jogo

O segundo tempo seguiu como o primeiro, com um Atlético-GO fogoso e insinuante, marcando o América-MG inteligentemente, e o Coelho totalmente desligado, pouco criativo e errando demais na defesa. O dia não era dos mineiros e, para o Dragão matar o jogo, não custava muito. 

Aos 23 minutos, após um cruzamento rasteiro da direita, Juninho tentou na primeira, mas segunda, Junior Viçosa balançou as redes e cravou a sepultura americana. Depois do gol, chegou a vez do goleiro Marcio aparecer com duas boas defesas em finalizações de Junior Negão e, nos acréscimos, na falta cobrada por Andrei Girotto.

VAVEL Logo