Buscando reabilitação, Sport enfrenta o Grêmio na Ilha do Retiro
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na noite desta quarta-feira (28), o Sport recebe a equipe do Grêmio, às 19h30, no estádio da Ilha do Retiro, em duelo válido pela 8ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Desde a unificação do Campeonato Brasileiro os dois times já se enfretaram 33 vezes, com 19 vitórias para o time do Grêmio, seis vitórias para o Sport e oito empates.

Vindo de duas derrotas seguidas, diante do Cruzeiro por 2 a 0 e para o Corinthians em casa, no último domingo (25), por 4 a 1, o Leão está em busca da reabilitação na competição. Os comendados do técnico Eduardo Baptista já provaram que são capazes de conquistar os objetivos traçados pela diretoria do clube, que almeja a Libertadores. O Sport está em sétimo lugar com sete pontos.

Já o time Gáucho vem de uma vitória de 2 a 1 diante do Botafogo e uma derrota para o São Paulo por 1 a 0, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Grêmio está no G-4 com 13 pontos e segue em busca da liderança da competição. O treinador Enderson Moreira, está bastante confiante nos seus jogadores para conseguir uma vitória em plena Ilha do Retiro.

Com nova formação, Sport vai em busca da vitória

Para a partida desta quarta-feira o técnico do Sport fará algumas alterações na equipe. Além das mudanças previstas devido às expulsões do zagueiro Durval e do atacante Neto Baiano, no último jogo diante do Corinthians, o técnico Eduardo Baptista decidiu reoorganizar o meio de campo do Sport. Muito criticado pela torcida, o meia Renan Oliveira perdeu a vaga para Ananias, no treinamento desta terça-feira (27). Na zaga, o zagueiro Ewerton Páscoa foi o escolhido para o lugar do capitão da equipe, enquanto Érico Júnior assume o lugar deixado por Neto Baiano.

A diretoria preferiu tirá-lo do jogo por ter recebido uma proposta para negociar o atleta. Sem poder contar com Felipe Azevedo, uma vez que a diretoria preferiu tirá-lo do jogo por ter recebido uma proposta para negociar o atleta, o treinador Eduardo Baptista explicou a opção de escalar Érico Júnior e Ananias no ataque rubro-negro. 

"Nos últimos jogos, senti falta de jogadas de linha de fundo e com as entradas de Ananias e Érico Júnior nós podemos entrar mais em diagonal. O Grêmio é um time muito forte e temos que ter velocidade, também. Do mesmo jeito que eles avançam, também deixam espaços. Então, temos que jogar nesses espaços", afirmou Eduardo.

Com Érico Júnior e Ananias abertos pelos lados, jogando como alas, coube ao volante Augusto César a função de atuar como meio de campo. Enquanto isso, Leonardo, que vinha atuando com a responsabilidade de armar jogadas para Neto Baiano, fica centralizado no ataque.

Grêmio previnido contra bola aérea do Sport

O gol sofrido pelo Grêmio na derrota por 1 a 0 diante do São Paulo, no sábado (24), ligou um alerta para as bolas aéreas da equipe pernambucana. Para evitar sofrer do mesmo mal contra o Sport, o técnico Enderson Moreira exercitou justamente as cobranças de falta próximas a área, em um dos trabalhos realizados no Estádio Nicolau Alayon, pertencente ao Nacional, em São Paulo.

"O técnico falou para focarmos na bola parada. Sofremos um gol assim e precisamos trabalhar isso", comenta o lateral Breno

O só Grêmio sofreu cinco gols no Brasileirão, sendo dois em cobranças de falta (o primeiro foi na derrota por 1 a 0 contra o Atlético-PR). O número representa a terceira melhor defesa da competição, ao lado de Fluminense e Bahia.

O sistema defensivo terá uma alteração para a partida. Sem Riveros, lesionado, e Ramiro, suspenso, Zé Roberto deverá atuar ao lado de Edinho. Por outro lado, o zagueiro Rhodolfo está liberado e será opção para o decorrer da partida. Experiente, Zé Roberto tinha se mostrado animado com a possibilidade de voltar a atuar como volante. Como argumento, lembrou ter atuado na função quando o "consagrou" no Bayern de Munique e na seleção brasileira, em 2006.

"Vejo com bons olhos, até porque é uma posição que eu e joguei sempre, não teria nenhuma dificuldade. Até gosto muito de jogar assim pelas minhas características, me dá mais facilidade de jogar com a bola chegando de trás para frente, do que receber de costas. Foi essa posição que me consagrou, que me levou para o Bayern, que me rendeu um grande Mundial", afirmou o meia.

VAVEL Logo