Mesmo com resultado adverso, Valentim ressalta: "Jogamos bem"
Após segunda derrota consecutiva, Valentim se despedirá como técnico interino contra o Grêmio na próxima rodada do Campeonato Brasileiro (Foto: César Greco/Palmeiras)

Jogando em Presidente Prudente, interior de São Paulo, na noite desta quarta-feira (28) o Palmeiras sofreu mais uma derrota pelo Campeonato Brasileiro. Dessa vez, para o Botafogo, por 2 a 0. Foi a segunda derrota consecutiva do técnico interino Alberto Valentim

Ao final da partida os torcedores presentes no estádio Prudentão vaiaram muito a equipe alviverde e alguns torcedores, mais exaltados, criticaram Paulo Nobre em sua saída das tribunas, onde o presidente acompanhou o jogo juntamente com o futuro técnico Ricardo Gareca. Mesmo com o réves em casa, Valentim discordou da atitude dos torcedores.

"Pela campanha que estamos fazendo, brigando para estar entre os primeiros, e pelo jogo. Quem analisar friamente verá que jogamos bem. Se tivéssemos ido muito mal e o Botafogo tivesse pressionado... mas não foi isso. Tenho certeza que do outro lado o Mancini está falando que o jogo foi difícil e que ele encontrou uma grande equipe pela frente", ressaltou.

O atual comandante do Verdão ainda destacou o bom primeiro tempo da equipe e o merecimento de sair na frente do marcador. Lembrou também do cansaço dos jogadores que ficaram presos pelo mal tempo em Santa Catarina e, posteriormente, a viagem de ônibus de Campinas, onde o time desembarcou, para Presidente Prudente.

"O nosso time se entrega muito. O futebol brasileiro é assim: você joga quarta e domingo. Depois da logística e das viagens ruins que tivemos, os jogadores deram uma boa resposta. Merecíamos ter saído na frente. Começamos melhor, mas futebol é assim", comentou.

Sobre a segunda derrota consecutiva e o protesto dos torcedores, o técnico interino apontou a paixão do palmeirense por seu time como um fator importante para as cobranças e, também, frisou que o trabalho feito até agora não pode ser jogado fora apenas por dois tropeços.

"No Palmeiras não tem meio termo. O torcedor é apaixonado e quer ver o time no topo da tabela. Mas temos de analisar com calma: o time jogou bem. Podeíamos ter feito 2 a 0 no primeiro tempo, mas depois com um a menos e o gol que não podemos tomar, enfim... É continuar trabalhando. Não podemos achar que estava tudo bom antes, e agora não está tudo errado pela segunda derrota", finalizou.

Valentim se despede do comando técnico da equipe no próximo jogo contra o Grêmio, no domingo (1°), jogando no Alfredo Jaconi às 16h, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, a última antes da parada para a Copa do Mundo. Com muitos desfalques e em 9° lugar na competição, o Verdão tentará se recuperar para voltar à briga pelo título.

VAVEL Logo