Marquinhos Santos culpa arbitragem após derrota para o Sport
Técnico vive seu pior momento no comando do tricolor (Foto: Divulgação/EC Bahia

Marquinhos Santos tem muitos motivos para se preocupar durante a pausa para a Copa do Mundo. O Bahia vem vivendo uma péssima fase nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro; reflexo desse mau momento foi a derrota por 1 a 0 para o Sport em partida adiada da quinta rodada da competição. O treinador do tricolor baiano não poupou críticas ao árbitro do confronto, afirmando que a atuação do juiz prejudicou de maneira gritante a equipe do Esquadrão:

"Parece desculpa, mas isso compromete. Mas há de se fazer algo. Uma atitude jurídica. Não podemos ser prejudicados dessa forma. O  futebol se profissionalizou nos últimos anos e o único setor que ainda é amador é a arbitragem. No fim do jogo, eu falei para ele: ‘Você volta para sua casa não dependendo disso aqui, sendo escalado na próxima rodada, depois do recesso’. Não pode novamente acontecer o que ele fez com a camisa do Bahia", afirmou.

Apesar das críticas a arbitragem, Marquinhos ressaltou a queda de produção sofrida pelo Bahia nas últimas semanas. O técnico afirmou que a ausência dos principais atletas da equipe vem sendo decisiva de maneira negativa para o time de Salvador:

"É visível, não tenho que apontar aqui as falhas. Todos esses detalhes já foram tratados internamente. Cada um tem sua parcela de responsabilidade. Cada um tem sua contribuição. Eu tenho a minha, e ela tem um peso maior. É nítida a ausência de atletas pontuais. Rahyner que é a alma, Lincoln a inteligência e Uelliton o coração. Tem também o Diego Macedo. O time tinha um padrão, vinha numa crescente. Com seis ausências, tivemos uma queda. Não jogamos bem contra o Santos, fizemos nosso pior jogo contra a Chapecoense. Hoje, o time teve uma atitude diferente. Voltou a apresentar disciplina tática. Até a expulsão, o jogo estava equilibrado. Depois, isso foi determinante", comentou.

Além de Marquinhos Santos, o zagueiro Titi também foi entrevistado após a partida. O defensor tricolor afirmou que a arbitragem decidiu o confronto ao cometer erros que prejudicaram o Bahia:

"Juiz estava meio nervoso, realmente estava. Invertia lance. Ele apitou partidas nossas e agiu da mesma maneira. Fico indignado pelo que ele fez. Estou falando aqui e talvez possa pegar gancho mas a gente tem que expor nossa indignação", disse.

O também zagueiro Demerson foi outro tricolor que reclamou do árbitro do confronto. O jogador ressaltou que a arbitragem do duelo já havia prejudicado o Bahia em outras oportunidades:

"No jogo contra o Vasco, no ano passado, foi a mesma arbitragem, e a mesma história. O Magrão era o último homem, ele não dá cartão, e logo em seguida dá o vermelho a um jogador nosso. Influenciou diretamente. Tinha critério para um lado e não para o outro. É o segundo jogo que eles nos prejudica. Cabe à diretoria tomar as providencias dela", afirmou.

O Bahia volta a campo no dia 16 de julho, quando enfrentará o São Paulo pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Fonte Nova. Atualmente o Esquadrão é o 16º colocado na tabela, com apenas oito pontos conquistados.

VAVEL Logo