Para Thiago Silva, seleção terá que jogar muito bem e ficar atenta para garantir a classificação

Vencer, avançar para as oitavas de final e jogar um futebol convincente. Esses são os objetivos da Seleção Brasileira para o jogo desta segunda-feira (23), contra Camarões, no estádio Mané Garrincha. Pregando respeito a já eliminada Seleção Camaronesa, o zagueiro Thiago Silva deixou claro que a equipe buscará apresentar um futebol melhor, mas o capitão também pediu bastante atenção no adversário, que ele classificou como uma equipe muito perigosa.

“Queremos passar a impressão de uma equipe bem coesa, que joga um futebol coletivo da melhor forma possível. Nos últimos jogos, tivemos algumas dificuldades, que é normal pois se trata de uma Copa do Mundo. Mas, agora, nós temos que mostrar o nosso comprometimento e, para garantir a classificação, vai ser preciso jogar muito bem e estar sempre atento pois Camarões é uma equipe perigosa, que joga muito bem”, afirmou o zagueiro.

O mau desempenho e principalmente a falta de gols vem gerando bastante críticas para o atacante Fred. Na Copa das Confederações, aconteceu o mesmo quando ele não marcou nos dois primeiros jogos, mas depois desencantou e ficou com a artilharia da competição. Para Thiago Silva, o camisa nove da Seleção Brasileira continua sendo o mesmo do ano passado e não precisa marcar em todos jogos. Além disso, ele acredita que Fred voltará a marcar nesta segunda-feira e, com isso, vai tirar o “peso” das costas.

“O Fred continua sendo importante do mesmo jeito. Ele não precisa fazer gols todos os jogos. Tem de participar e, com certeza, vai ser feliz, mas é claro que atacante vive de gols. Ele tá bem tranquilho e, assim como foi na Copa das Confederações, sem dúvida nenhuma, ele vai marcar amanhã e tira esse peso das costas”, falou.

Por fim, Thiago Silva falou sobre a pressão que a equipe vem sofrendo após os últimos jogos. De acordo com o zagueiro, todo mundo tem que estar acostumado com as cobranças e quem quiser evitar pressão precisa mudar de emprego. No entanto, o jogador falou que só fica chateado com comentários mal intencionados que podem atingir a família.

“Pressão é boa até o momento em que podemos fazer algo para melhorar. Não nos importamos com isso. Sabemos da nossa responsabilidade. A pressão faz parte do futebol. Quem não quer ter pressão tem de mudar de ramo. O que ficamos chateados é com alguns tipo de comentários mal intencionados que podem afetar nossa família”, encerrou.

VAVEL Logo