Bastante elogiado, jovem Gabriel Felix é aposta para gol vascaíno
Gabriel é elogiado por Mauro Galvão e Carlos Germano (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

Defendendo o Vasco a partir de 2011 e tendo como destaque a conquista do vice na Copa do Brasil 2012 pelo juvenil, o goleiro Gabriel Felix treina junto com a equipe profissional desde a ausência do uruguaio Martín Silva, que está a serviço de sua seleção na Copa do Mundo 2014. Comparado a Jordi, que também veio da base, o jogador demonstra ter mais experiência e, para alguns críticos, mais qualidade técnica. 

Natural de Barra dos Garças-MT, o capitão do time Cruzmaltino sub-20 agradece pela confiança depositada em seu trabalho, após renovação por mais dois anos no Vasco. Também prometeu mais dedicação e, quem sabe, alegrias para a torcida. 

"Primeiramente quero agradecer a Deus por tudo que vem realizando em minha vida. Também quero agradecer ao Club de Regatas Vasco da Gama por ter confiado e acreditado no meu trabalho. Fiquei muito feliz por renovar por mais dois anos. Vou me dedicar cada vez mais para pode retribuir todo esse carinho dentro de campo. Espero um dia dar muitas alegrias a nação vascaína", comentou o jovem goleiro.

O maior cuidado é em relação a sua massa, já que apresenta 2% a mais do que o indicado no percentual de gordura. Sofreu lesão na coxa em 2013 e chegou aos 94 quilos, sendo regularizado depois de uma fratura no nariz. No entanto, Gabriel está praticando exercícios extras em São Januário e carece de uma dieta especial.

Elogiado por Mauro Galvão, coordenador das categorias de base, o momento de boa fase ganha destaque.

"Estamos satisfeitos por renovar o contrato do Gabriel. Ele é o atleta do juniores que mais evoluiu nos últimos meses. É até difícil mensurar o tamanho desse crescimento. O Gabriel evoluiu não só tecnicamente, mas também psicologicamente. Ele era um jogador um pouco nervoso, mas conseguiu canalizar toda essa força para melhorar seu futebol. Hoje ele é o capitão do juniores e atravessa uma fase muito boa, tanto é que está treinando com o profissional", exalta o coordenador. 

O atual preparador de goleiros, Carlos Germano, é outro incentivador do jovem de 19 anos.

"O Gabriel treinou com a gente quando o Jordi ficou lesionado no ano passado. O que aconteceu com o Jordi nos dois últimos anos era o que a gente estava planejando com o Gabriel. O goleiro tem que jogar para não perder o ritmo do jogo. O Jordi jogou dois anos seguidos e é isso que a gente pretende para o Gabriel. Eu e o Marcelo Pires queremos ver o Gabriel jogar esses dois próximos anos. O Vasco contratou um goleiro que é um ano mais velho que ele, mas isso não significa que o Gabriel não vai jogar. Ele tem que trabalhar e pensar que é ele que vai jogar. Gabriel foi muito bem na Copa São Paulo do ano passado e também correspondeu na Copinha deste ano", elogiou Germano. 

Por fim, a diretoria planeja emprestar o goleiro Diogo Silva, bastante negado pelos vascaínos devido a atuações fracas no Campeonato Brasileiro de 2013. O vínculo com o clube dura mais dois anos. 

VAVEL Logo