Em jogo-treino nervoso, Palmeiras tem expulsões e perde para Guarani
Com titulares, Palmeiras perdeu o jogo por 2 a 0 e reclamou muito da arbitragem (Foto: Divulgação/Guarani)

O Palmeiras encerrou as atividades de intertemporada em Atibaia, interior de São Paulo, com um jogo-treino contra o Guarani para definir alguns detalhes sobre a provável equipe titular. O resultado, entretanto, não agradou. Em jogo nervoso, o Verdão foi derrotado no segundo tempo por 2 a 0, após pequenas modificações na equipe. Os gols do Bugre foram marcados por Silas e Joãozinho.

O jogo foi dividido em dois tempos de 35 minutos e a equipe alviverde iniciou a movimentação com: Fábio; Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; Renato, Wesley, Bruno César, Diogo e Pablo Mouche; Henrique. Fernando Tobio seria titular, mas foi poupado por sentir dores musculares.

O primeito tempo foi bem disputado e terminou 0 a 0. O time de Campinas se movimentou muito, atacou pelas laterais e chegou mais vezes ao gol de Fabio, que precisou fazer grandes defesas. O Palmeiras chegou bem ao ataque em duas oportunidades. Com uma cabeçada de Henrique, que mandou a bola no travessão e com um chute de Diogo de fora da área.

Depois do intervalo, Ricardo Gareca resolveu modificar o time. O comandante tirou Henrique para a entrada do atacante Erick, advindo da base, e Lúcio deu lugar ao zagueiro Wellington. O Palmeiras caiu de produção e em uma bobeira da zaga, na cobrança rápida de falta, Silas abriu o placar. Joãozinho ampliou mais tarde, recebendo às costas de Wendel e chutando no ângulo da meta palmeirense.

Pablo Mouche e Diogo se movimentaram bastante e alternavam os lados do campo, dando sinais de como deve ser o sistema de jogo utilizado, pelo menos momentaneamente, por Gareca, contando também com um atacante mais próximo à grande área. 

O clima em campo começou a esquentar e Bruno César revidou uma cotovelada com um tapa e foi expulso pelo segundo cartão amarelo. Os jogadores reclamaram muito da arbitragem. Minutos depois, Diogo cometeu falta violenta em Silas e também recebeu o vermelho.

Assim, como seus atletas, Gareca também se irritou muito com a arbitragem, o Verdão ainda recebeu mais quatro amarelos. O árbitro do amistoso permitiu que o comandante argentino colocasse em campo dois jogadores, mas o técnico prefiriu manter apenas os que estavam em campo. Já o jogo-treino dos jogadores reservas contra o Atibaia terminou em 1 a 1. O gol alviverde foi marcado por Miguel.

Na tarde desta quarta-feira (2), o elenco palmeirense terá folga no período da tarde. Se a programação for mantida, o elenco seguirá para São Paulo, onde já inicia os treinamentos amanhã na Academia de Futebol, esperando a reapresentação do meia Valdivia.

VAVEL Logo