Boca Juniors confirma fim das conversas e Sport vê contratação de Riquelme mais próxima
Contrato de Riquelme com o Boca terminou na última segunda-feira (Foto: Divulgação/Boca Juniors)

E a novela em torno da possibilidade da contratação de Riquelme pelo Sport se arrasta e, pelo menos por enquanto, não parece ter um fim. Na última terça-feira (1), o executivo de futebol rubro-negro, Nei Pandolfo, voltou a entrar em contato com o representante do jogador argentino. Nesta quarta-feira (4), repercutiram as fortes declarações do presidente do Boca Juniors, Daniel Angelici, publicadas pelo jornal argentino Olé. De acordo com o dirigente, as negociações entre o Boca e Riquelme estão encerradas. 

O mandatário do clube argentino reconheceu que não tem condições de oferecer as garantias econômicas exigidas pelo experiente meia, que pretendia receber em dólares; vale lembrar que, devido à crise econômica da Argentina, um dólar equivale a oito pesos, moeda local. O contrato expirou na última segunda-feira (30). Riquelme tem uma proposta de renovação em mãos há mais de vinte dias, segundo o presidente, mas não parece satisfeito. Os dirigentes do Sport continuam atentos à movimentação.

"As negociações com Riquelme estão encerradas. Ele tem o contrato há vinte dias. Eu estava otimista, passamos a questão econômoca, mas ele não veio assinar. Ele (o contrato) foi acertado com o representante. Ajustamos salários e gratificações, mas não podemos garantir o que ele queria. É um contrato alto, com premiações que passam do que pensávamos. É um erro assinar um contrato em dólares", disse Angelici.

Ciente das dificuldades que o Boca Juniors vem enfrentando, o vice-presidente de futebol do Sport, Arnaldo Barros, intensificou as investidas para contar com o camisa 10. Na tarde desta quarta-feira (2), a diretoria rubro-negra voltou a entrar em contato com Daniel Bolotnicoff, agente de Riquelme. A ideia é fazer com que o armador acerte a vinda para a Ilha do Retiro o quanto antes, até por que a Série A já bate às portas.

"Sem o Boca, nós ficamos ainda mais confiantes. Agora, ele tem a nossa proposta e acredito que pode dar certo. Estamos conversando, pois temos que agilizar a situação, até por conta dos investidores", comentou o dirigente.

Para contar com o futebol de Riquelme, o Sport está disposto a arcar juntamente com a Adidas e outro parceiro um salário que beira os R$ 700 mil por mês, além de bônus por metas e participações nos lucros derivados do marketing que tenham o camisa 10 envolvido. A oferta do clube agradou o representante do atleta, que deve responder nos próximos dias qual será o destino do craque argentino.

"Proposta por proposta, temos a melhor. O Boca foi até o limite, mas não creio que consiga ir mais além. Também não acho que é um caso de o atleta flexibilizar. Se fosse para isso acontecer, creio que já teria acontecido. Se a proposta fosse perto do que o jogador espera, eu imagino que ele teria acertado. Por isso, estou confiante que possamos concluir essa negociação", finalizou o diretor.

VAVEL Logo