Cotado para substituir Neymar, Willian garante: "Estamos preparados"
Willian garante que as dores já foram superadas (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Sem Neymar, que fraturou uma vértebra na vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia após levar uma joelhada de Zúñiga, o técnico Luiz Felipe Scolari terá um grande desafio para armar o time para a semifinal, contra a Alemanha, terça-feira (8), às 17h (de Brasília), no Mineirão. Uma das opções do treinador é o jogador do Chelsea, Willian. Segundo o atleta, Felipão ainda não deu dicas de quem será o titular, mas se disse pronto para assumir a responsabilidade, caso seja escolhido.

"O Neymar é uma referência para a seleção brasileira. É um jogador muito importante. Infelizmente aconteceu isso. Mas todos estão preparados para suprir a ausência de algum jogador, como foi o caso agora. Temos um grupo forte e com condições de suprir essa ausência. Aquele jogador que o Felipão escolher com certeza vai procurar dar conta do recado", disse Willian.

No treino deste sábado, Willian deu um susto à todos quando ficou com dores nas costas após uma dividida com o volante Hernanes. Entretanto, o jogador garantiu não estar sentindo dores e foi bem objetivo ao analisar as diferenças e semelhanças com o jogo do camisa 10.

"Está incomodando um pouquinho [as costas], mas vou treinar normalmente. Não tem como ficar fazendo comparações do Neymar com outros. Tenho um estilo um pouco diferente. Tenho semelhança na velocidade, no drible. Ele é mais atacante, eu sou mais meia. Ele é mais de fazer gols, eu sou mais de servir os companheiros. Acho que temos algumas qualidades iguais. Se o Felipão optar por mim, estou preparado para fazer meu melhor", afirmou.

Na Copa do Mundo de 1962, o Brasil também perdeu seu camisa 10 por lesão. Pelé se machucou no segundo jogo da Copa e não teve mais condições de jogar o Mundial. Na época, o Rei foi substituído por Amarildo, e Willian já escutou bastante a história. O jogador espera ser o Amarildo da vez.

"Já ouvi falar de  algumas histórias dele [Amarildo], algumas pessoas já vieram me contar. Claro que isso não passou pela minha cabeça. A gente procura estar sempre pronto. Nunca joguei de titular na Seleção, se minha estreia for na semifinal de Copa, seria  incrível, estou tranquilo e preparado", disse o jogador que espera ganhar a vaga deixada por Neymar.

Diferença de estilos

"É claro que não tem  como comparar Neymar, não vou ficar fazendo comparações com outros jogadores. Tenho estilo  diferente do Neymar. Tenho algumas coisas parecidas, velocidade, drible. Neymar é mais atacante, sou mais meia armador. Neymar faz gols, eu sou mais de servir. Acho  que  tenho qualidades iguais. Estou pronto, preparado, se o Felipão optar por mim, farei o meu melhor."

Alemanha

"É uma seleção que tem muita qualidade,  entrosada, tem certa experiência. Sem dúvida é um jogo importantíssimo, semifinal de Copa do  Mundo, contra Alemanha, todo jogador sonha jogar um jogo desse, e hoje temos esse privilégio. A vontade de chegar  logo o dia do jogo é grande, de poder  jogar,  todos estão preparados,  temos alguns ajustes, vamos acompanhar os pontos fracos e fortes da Alemanha para que a gente possa surpreender e não ser  surpreendido."

Entrosamento com Oscar, companheiro no Chelsea

"Jogamos juntos muitos jogos, jogava mais pela direita, Oscar pelo meio, mas tínhamos liberdade de se movimentar, Oscar pelo meio, junto com Hazard. Nos conhecemos bastante, sei das minhas qualidades, ele sabe das minhas, se o professor optar, não seria problema para nós porque nos conhecemos  bastante nesse um ano de Chelsea."

Desgaste físico

"Estou bem fisicamente, estou me sentindo bem, Tomei pancada,  está incomodando u m pouco, mas nada que vá me atrapalhar, vou treinar normalmente, estou à disposição. Todos estão  bem, estão bem  fisicamente, dá para ver nos jogos o quanto eles correm,  creio que não teremos problemas nesse jogo,  todos  nós estaremos  prontos para  mais uma batalha."

Aprendizados com Mourinho no Chelsea

"Mourinho é um grande treinador,  venho aprendendo muitas coisas com  ele,  muito mais  na parte defensiva, isso é o que ele cobra  bastante, no Chelsea  tive experiência boa, joguei muitos jogos, aprendi muito e tenho certeza que aprenderei mais  nesses quatro anos que terei no Chelsea."

Ausência do Neymar na fase final

"É difícil. Neymar é referência, faz diferença, chama responsabilidade, decide jogos, ficar sem ele é difícil. Mas o grupo é forte, sabemos da qualidade de todos os jogadores, sabemos que alguns podem entrar e fazer a diferença. não sei se da mesma forma, mas de alguma forma  pode  fazer a diferença. Ficamos tristes pela perda, mas ficamos  muito mais fortes para que a gente possa continuar com nosso sonho  em busca do título."

Pênalti desperdiçado contra o Chile

"Foi um momento difícil. Não gosto de perder pênalti, estava tranquilo, confiante, acabei perdendo. Fiquei chateado, mas recebi apoio de jogadores e comissão técnica, que falaram que confiam em mim e se tivesse outra disputa eu poderia bater. Fiquei tranquilo, serviu de aprendizado. Se tivesse outro pênalti para bater, com certeza esticaria minha mão para bater. Estou com mais vontade para ajudar a Seleção."

Fred

"Acho que os jogos estão sendo difíceis, seleções vem crescendo, melhorando, a gente procura ao máximo olhar para o Fred na frente. Sabemos que vive de gol, mas ele está tranquilo, vai continuar treinando, batalhando, quem sabe nesse jogo possa surgir uma bola para ele fazer o gol. O importante para nós não é o jogador que faz o gol, e sim a Seleção vencer. Ele já deixou claro que quer ser campeão, não importa quem faça o gol."

Zúñiga

"Difícil falar se foi maldade. Foi um acidente. Claro que o jogador foi muito infeliz pela entrada que deu no Neymar, ele não pensaria  que iria quebrar as costas do Neymar. Está sujeito a  acontecer isso. Infelizmente foi muito forte, não precisaria fazer aquilo, um lance desproporcional. Acho que foi infeliz. Agora é pensar na semifinal, que é mais importante."

VAVEL Logo