Desastre no primeiro tempo coloca Brasil em lista de vexames ao lado de Haiti e Zaire
Brasil termina a Copa em baixa com a torcida (Foto: Lars Baron/Fifa)

A derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha, pela fase semifinal da Copa do Mundo 2014, não somente eliminou a equipe como ajudou a atingir marca inglória. Na história das Copas, apenas Haiti e Zaire haviam levado cinco gols em um primeiro tempo. O resultado também foi o maior revés brasileiro em um Mundial.

Ambos os fracassos anteriores foram há exatos 30 anos, na Copa do Mundo da Alemanha, em 1974. O Zaire, que estava no grupo 2 ao lado do Brasil, enfrentou a Iugoslávia e terminou massacrado por 9 a 0. Com gols de Bajević, Džajić, Šurjak, Katalinski e Bogićević, o time foi para o intervalo vencendo pelos mesmos 5 a 0 que a Alemanha nesta terça, e completou o placar na etapa final.

No dia seguinte à humilhação da seleção zairense, foi a vez do Haiti entrar em campo contra a Polônia, e repetir o vexame. Lato, Deyna, Szarmach (2) e Gorgoń fizeram os gols da vantagem na etapa inicial. Assim como no jogo do Brasil, os gols saíram em um intervalo de 17 minutos entre o primeiro e o quinto. A partida terminou em 7 a 0 para os poloneses.

Curiosamente, nesta Copa de 1974 a final foi disputada por Alemanha, que garantiu seu lugar na decisão de 2014, e Holanda, que pode carimbar seu passaporte caso elimine a Argentina. Capitaneados por Franz Beckenbauer, os alemães superaram o  time de Cruyff e puderam conquistar o seu segundo título mundial.

Após o resultado negativo obtido no Mineirão, o goleiro Júlio César classificou o acontecido como "inexplicável". Troco a minha falha que carreguei durante quatro anos pelo jogo de hoje. Preferia 1 a 0 com um erro meu do que 7 a 1, disse.

VAVEL Logo