Propenso a lesões, Valencia recebe tratamento especial no Flu
Valencia deve ser relacionado para enfrentar o Criciúma, na próxima quarta (16) (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

No início de julho, antes da Copa do Mundo, Edwin Valencia chegou a ser convocado para a seleção colombiana, porém foi cortado por conta de um problema muscular na coxa esquerda, sofrido num treino coletivo nas Laranjeiras, sede do Fluminense. Preocupados com a situação do jogador, o técnico Cristóvão Borges e o preparador físiico Rodrigo Poletto optaram por um tratamento especial com o jogador: fortalecimento muscular

"Me preocupo muito com a condição dos jogadores. Por isso, o trabalho é integrado com as demais áreas do clube, como fisiologia, fisioterapia e nutrição. Só com a parte muscular fortalecida que se suporta os treinos e os jogos. Fizemos isso com o Fred, deu certo. A ideia é minimizar o risco de lesões. Valencia passa por isso e só nos vai ajudar se estiver dentro de campo", explica Poletto.

 No ano de 2013, Valencia participou apenas de 11 jogos, passou praticamente o ano inteiro no departamento médico. Já neste ano, o jogador começou como titular, ao lado dos volantes Diguinho e Jean, por opção do até então técnico Renato Gaúcho. Após a chegada de Cristóvão,  o volante perdeu a vaga para o meia Wagner. Com a contratação de Cícero, Valencia terá que brigar ainda mais pela sua vaga, já que o novo reforço vem treinando na posição de volante.

Durante a parada para a Copa do Mundo, o elenco tricolor fez preparação por uma semana em Macaé, e o restante nas Laranjeiras e também na praia da Barra da Tijuca. Valencia participou normalmente, se preparando para a sequência do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira (16), o vice-líder Fluminense enfrenta o Criciúma, às 22h, no Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

VAVEL Logo