Kléber diz que atual elenco vascaíno dificilmente cairia para a segunda divisão
Jogador já balançou as redes pelo Gigante da Colina em sua estréia (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

A estréia de Kléber pelo Vasco, foi da maneira que todo atacante planeja: deixando seu gol, seu time jogando bem e, pra completar, goleando o adversário. Na partida contra o Santa Cruz, nesta terça-feira (15), pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B 2014, o Gladiador fez uma atuação discreta, mas eficiente, assim como todo o time, entretanto, sabe que precisa melhorar. O camisa 30 tem a certeza de que atuar por um clube grande em busca do mesmo objetivo pode ser o diferencial para o recomeço de sua carreira, que é marcada negativamente nos últimos dois anos por contas de lesões e poucos gols, em comparação a tudo que ele fez vestindo a camisa do Palmeiras e Cruzeiro.

"Tive três cirurgias em dois anos e nunca tinha passado por isso na minha carreira. Foram dois anos difíceis e longos. Agora vim para cá e estou feliz. Espero recomeçar junto com o Vasco, que também passa por um momento difícil. Tanto eu quanto o Vasco precisamos melhorar, subir para Série A e projetar coisas grandes. Juntos podemos ter muito êxito nesse ano", disse o jogador.

Apesar da atuação discreta na partida, mesmo com uma ótima movimentação, divididas, carrinhos, broncas em seus companheiros, o atacante foi ovacionado pela torcida que compareceu na Arena Pantanal. Já prevendo uma evolução ao longo de toda a competição, o reforço, que chutou apenas uma bola a gol, explicou que esse seu reinício ao futebol tem toda uma motivação pra lá de especial: o futuro na seleção.

"O Palmeiras no ano passado tinha jogadores que disputaram a Série B do Brasileiro e estavam na seleção. Tudo é possível e penso sim em vestir a camisa do Brasil. Mas primeiro tenho que pensar no Vasco. Fazer um bom trabalho aqui", falou o atacante de 30 anos. 

O jogador, que foi contratado no período de paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo, se juntou a outros jogadores renomados e não se vê como a principal estrela vascaína no elenco.

"Estávamos comentando isso antes do jogo sobre o quanto temos uma equipe boa. A diretoria conseguiu montar um time bom. Não tem nenhum outro melhor na Série B. São atletas com história bonita no futebol como o Guiñazu, Rodrigo, Douglas... Junto com os jovens talentos, temos a obrigação de levar o Vasco de volta à Série A", comentou Kléber.

Para Kléber, o atual grupo vascaíno é melhor do que o do ano passado, que foi rebaixado para a segunda divisão.

"Ano passado, o Vasco não tinha um time tão bom quanto esse. Se a equipe deste ano estivesse na Série A, dificilmente cairia. Somos muito fortes, com bons atletas. Agora é entrosar, pegar ritmo de jogo, pois tenho certeza que teremos um ano excelente", concluiu o camisa 30.

VAVEL Logo