Em boa fase, Renato Augusto se coloca à disposição para clássico contra o Santos
Renato Augusto na partida contra o Bahia, pela Copa do Brasil (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Ele chegou ao Corinthians em 2013 e se destacou. Sofreu com uma sucessão de lesões e teve quedas bruscas de rendimento. Passou mais tempo no Departamento Médico que dentro de campo, não conseguiu mais jogar em alto nível e, quando parecia sem qualquer espaço no time de Mano Menezes, ganhou uma nova chance. E não decepcionou.

Renato Augusto teve a oportunidade de voltar a ser titular no clássico contra o Palmeiras, vencido pelo Timão por 2 a 0. O meia substituiu Jadson, nome quase indispensável no fim do primeiro semestre, e deu conta do recado. Foi bem avaliado por Mano Menezes, ficou de fora no jogo contra o Coritiba, com a volta do camisa 10 corinthiano, mas voltou a ganhar uma oportunidade na partida contra o Bahia, pela Copa do Brasil, quando Jadson foi vetado pelo departamento médico:

No jogo contra o Tricolor de Aço, quando o Corinthians foi derrotado por 1 a 0, mas se garantiu nas oitavas de final da Copa do Brasil, Renato Augusto jogou em duas posições diferentes. No primeiro tempo, acompanhou Luciano no ataque. Com o fracasso do esquema, foi recuado para o meio com a entrada do paraguaio Ángel Romero.

Renato avaliou o seu desempenho contra os baianos e falou sobre as várias posições diferentes do campo em que atuou na Arena da Fonte Nova: "Contra o Bahia, a ideia era eu jogar como atacante, mas o Luciano também sai bastante para o jogo e eu tive de abrir mais para a direita para dar mais espaço para ele. Acabei fazendo duas ou três funções, porque tínhamos de mudar um pouco. Gosto de jogar centralizado, como meia, mas o jogador tem que ser completo", acredita.

Agora, o meia pode ganhar uma nova oportunidade no time titular de Mano Menezes. Jadson, com dores musculares, é dúvida para o clássico do próximo domingo (10), na Vila Belmiro, contra o Santos. Caso o jogador não possa entrar em campo, Renato Augusto terá mais uma chance para mostrar seu futebol no Brasileirão.

O meia garante que está preparado para jogar: "Eu estou bem. Participei do jogo contra o Palmeiras, tenho entrado bem nas partidas e acredito que estou pronto. Se precisar, dou conta do recado", afirmou. Em quarto lugar no Brasileirão com 24 pontos, o Timão precisa vencer para tentar reduzir a diferença de cinco pontos para o líder Cruzeiro e para se firmar no G-4. A provável escalação para o duelo na Baixada deve ser definida nos treinamentos desta sexta-feira (8).

VAVEL Logo