Convocado para a Seleção Peruana, Guerrero pedirá dispensa para não desfalcar o Corinthians
Guerrero pedirá dispensa da Seleção Peruana (Foto: Divulgação/Corinthians)

Titular absoluto do Corinthians e um dos nomes mais importante da Seleção Peruana, o atacante Paolo Guerrero foi mais uma vez chamado para defender seu país. O novo técnico, o uruguaio Pablo Bengoechea incluiu o jogador na lista para seus dois primeiros amistosos à frente da equipe peruana, ambos contra o Iraque, no mês de setembro.

Se aceitasse o chamado para defender Los Incas, entretanto, Guerrero desfalcaria o Corinthians em um momento importante para a equipe. Os amistosos, disputados nos dias 5 e 9 de setembro em Doha (Catar) e Dubai (Emirados Árabes Unidos), respectivamente, impediriam Paolo de defender o Timão na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Bragantino, e pela 19ª rodada do Brasileirão, contra o Criciúma.

Sendo assim, o autor do gol do título Mundial de 2012 tomou sua decisão e deve pedir dispensa do selecionado Nacional. O jogador, que faz questão de destacar que só irá se ausentar porque, como tratam-se apenas de amistosos, não fará falta (ao contrário de jogos como Eliminatórias ou Copa América), entende a opção do novo treinador em conhecer o time, mas não esconde sua opção:

"Eu gostaria de ficar aqui no Corinthians. São dois jogos amistosos. Logicamente, temos um novo treinador na Seleção Peruana e ele está testando novos jogadores. Se me permitirem ficar aqui, quero ajudar o meu time. Estamos passando por uma fase em que temos ganhar todos os jogos. Vou tentar e vamos ver o que pode sair disso", declarou o jogador em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (18).

Guerrero ainda comentou o tropeço do último sábado (16), quando o Timão ficou apenas no empate com o Bahia, na Arena Corinthians. "É muito importante ter um jogo logo para esquecermos esse resultado ruim para nós. Temos de ganhar se quisermos o título brasileiro. Já estamos analisando esse jogo contra o Goiás e sabemos da importância de ganhar os três pontos em casa", finalizou.

Terceiro colocado no Brasileirão com 28 pontos, o Corinthians volta a campo nesta quinta-feira (21), para enfrentar o Goiás pela 16ª rodada do torneio. O Timão está a três pontos do vice-líder Internacional e a cinco do Cruzeiro, atual líder da competição. A possibilidade de ficar sem Guerrero para partidas futuras gerou pedidos do técnico Mano Menezes para que a diretoria contrate mais um atacante para o alvinegro.

VAVEL Logo