Com golaço e polêmica, Bragantino vence Corinthians e abre vantagem
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Na noite desta quarta-feira (27), o Bragantino deu mais um importante passo para continuar surpreendendo na Copa do Brasil. Depois de eliminar o São Paulo na fase anterior, o Massa Bruta recebeu o Corinthians, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pelas oitavas de final do certame e venceu por 1 a 0, com um belíssimo gol de Sandro, já na segunda etapa.

O primeiro tempo foi de poucas chances para ambos os lados, com um Timão tendo uma atuação muito abaixo das da última semana, quando goleou o Goiás e foi derrotado pelo Grêmio, jogando muito bem em ambas, o que prejudicou o andamento da partida nos primeiros 45 minutos, que tiveram poucas chances de gol.

Na volta do intervalo, o Bragantino saiu na frente com um belo gol de Sandro e obrigou o Corinthians a se lançar ao campo de ataque, criando muitas oportunidades, mas errando as finalizações e parando na trave na melhor oportunidade, de Ferrugem.

O segundo jogo está marcado para a próxima quarta-feira (03), na Arena Corinthians. Qualquer empate ou derrota simples marcando gol classifica a equipe do interior, enquanto o Alvinegro do Parque São Jorge precisa vencer por 1 a 0 para forçar as penalidades ou mais de um gol para avançar de maneira direta. Para o duelo, o Timão tem cinco desfalques confirmados: Gil, Elias, Lodeiro e Guerrero estarão defendendo suas seleções e Ferrugem foi expulso nos minutos finais.

Antes de voltarem a se encontrar, as equipes têm pela frente compromissos pelo Campeonato Brasileiro. Quarto colocado da Série A, o Corinthians enfrenta o Fluminense no domingo (31), às 16h00, na Arena Corinthians. Penúltimo da Série B, o Bragantino tenta se recuperar diante do ABC no sábado (30), às 16h20, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Primeiro tempo é ruim e termina sem gols

Ao contrário das duas últimas partidas, o Corinthians não teve uma boa atuação na primeira etapa. Dificultado pela boa marcação do Bragantino, o Timão não demonstrou a ofensividade, o toque de bola e a criação de jogadas das últimas rodadas, o que o fez ter poucas chances de gol na primeira etapa.

Outro detalhe que prejudicou a atuação dos visitantes foi a falta de qualidade na hora de dominar, principalmente com Luciano, que perdeu boa chance de marcar por não conseguir manter o controle da bola após belo lançamento de Elias. Apesar de uma atuação abaixo do esperado, o uruguaio Lodeiro acabou sendo um dos principais nomes do primeiro tempo por conta da sua movimentação e da qualidade na hora de bater na bola.

Com isso, as melhores chances do Alvinegro vieram dos pés do meia. Primeiro com uma finalização da intermediária que acertou a rede pelo lado de fora e chegou a arrancar o grito de gol da Fiel Torcida. Depois, em dois lances de bola parada em que o uruguaio cruzou e o Timão quase marcou com a sua dupla de zaga. Anderson Martins acertou a trave esquerda de Marcelo Henrique e Gil cabeceou com perigo por cima da meta do Massa Bruta, que não teve chances de gol antes do intervalo.

Sandro brilha, Braga vence e Corinthians contesta arbitragem

Um dos jogadores que mais se apresentou para o jogo na primeira etapa, o camisa 10 Sandro foi recompensado no segundo tempo. Com menos de dez minutos no relógio, o meia aproveitou sobra de escanteio para emendar um maravilhoso chute da intermediária, sem chance para o goleiro Cássio defender e abrir o placar em Cuiabá. O Corinthians reclamou de jogo perigoso de Luisinho em dividida com Guerrero na bola que originou o rebote, mas a arbitragem nada marcou.

Depois de sofrer o gol, Mano Menezes fez duas alterações no Timão, tentando deixar a equipe mais ofensiva. Lodeiro e Renato Augusto deixaram o gramado para as entradas de Romarinho e Jadson, respectivamente. No desespero, o Alvinegro criou chances de gol, mas pecou na hora das finalizações e não conseguiu o empate. Primeiro, Jadson cobrou falta com perfeição para Anderson Martins, livre na pequena área, cabecear para fora.

Na sequência, Romero, que entrou no lugar de Luciano, ajeitou de cabeça para Romarinho, que matou no peito e, da meia-lua, finalizou mascado e a bola passou à direita do gol, sem nenhum perigo. Ferrugem também teve boa chance de marcar depois de belo passe de Jadson, mas carimbou a trave direita de Marcelo Henrique, que ainda fez linda defesa após finalização de longe de Elias.

VAVEL Logo