Autor de gol do Santa Cruz, meia Wescley comenta expulsão após apito final: "Futebol é isso"
Jogador coral desfalcará a equipe diante do ABC no início do returno (Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz)

Autor de gol do Santa Cruz, meia Wescley comenta expulsão após apito final: "Futebol é isso"

Meio-campista tricolor se envolveu em confusão com o ex-volante coral Luciano Sorriso depois do final do jogo e tirou o brilho da sua atuação

reportermateus
Mateus Schuler

Autor do primeiro gol do Santa Cruz na vitória por 2 a 0 diante do Atlético-GO e principal responsável pela armação das jogadas ofensivas na partida, o meia Wescley não terminou a partida como o melhor em campo devido à uma expulsão após o apito final.

O atleta recebeu o cartão vermelho após uma discussão com o volante do clube goiano Luciano Sorriso, que havia atuado no Mais Querido ainda no início dessa temporada. A confusão começou quando o meio-campista tentou um drible de efeito, o que foi repudiado pelo cabeça-de-área e o deixou bastante irritado. O jogador tricolor tentou se defender, mas preferiu não comentar muito a respeito da situação.

"Primeiro lugar eu queria falar que futebol é isso. Independente de ganhar ou perdeu eu vou ser assim. Sempre vou utilizar o recurso. Ele me deu um soco no queixo. O juiz não viu e eu fui expulso. Eu não quero mais comentar esse assunto", garantiu Wescley.

Agredido, Sorriso explicou a situação e disse que não teria motivos para agredir e o adversário ser expulso. Garantiu, no entanto, que houve o desentendimento, mas comenta que tentou ajudar o companheiro de profissão para evitar o desrespeito.

"Não tem lógica eu agredir e ele ser expulso. A gente se desentendeu realmente, coisa de jogo. No término do jogo, ele já tinha falando muita coisa pra mim e me agrediu. Eu só tinha falando que era melhor tocar a bola e fazer a torcida gritar “olé”. É a coisa mais bonita do futebol. Dar bonezinho, querer fazer embaixadinha e frescura contra pais de família é besteira. Só o auxiliei, e o Santa Cruz é o prejudicado", comentou Luciano Sorriso.

Lamentando desfalcar a equipe no próximo sábado (6), diante do ABC, o armador comentou que a sequência tão desejada terá que ser adiada e a atitude terá de ser repensada durante esta semana para evitar perder a luta pelo espaço entre os titulares.

“Jogador precisa de sequência de jogo. Ele (Guedes) dá sim a oportunidade e temos que aproveitar. Contra o Sampaio Corrêa eu fiquei abaixo e sai do time. Agora tive outra chance. Infelizmente vou quebrar essa sequência que eu acho que poderia ter, mas bola pra frente", finalizou o articulador coral.

VAVEL Logo