30/08/1987: com Müller e Pita, São Paulo empata com o Corinthians e vence o Paulistão
Foto: Divulgação

30 de agosto de 1987. Esta data está na memória de todos os são-paulinos nascidos ou não naquela época. Neste dia, o São Paulo conquistou seu 15º Campeonato Paulista. O título foi comemorado ainda mais pois foi em cima de seu maior rival, o Corinthians.

As duas equipes contavam com jogadores de qualidade. Pelos lados do Tricolor, Pita, Müller e Silas eram os destaques. Já no Timão, Biro-Biro e João Paulo comandavam a equipe.

Regulamento da competição

O Campeonato Paulista daquele ano contou com 20 equipes: América, Bandeirante, Botafogo, Corinthians, Ferroviária, Guarani, Internacional de Limeira, Juventus, Mogi Mirim, Noroeste, Novorizontino, Palmeiras, Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, Santos, São Bento, São Paulo, XV de Jaú e XV de Piracicaba.

Na primeira fase, os clubes jogavam entre si, em turno e returno. Os campeões de cada turno se classificavam para a fase semifinal. No entanto, se um time ganhasse os dois turnos seria campeão da competição. Para completar a semifinal, iriam os dois times com maior número de pontos obtidos na soma dos turno - exceto, claro, os campeões de cada.

Com isso, o primeiro turno foi vencido pelo Palmeiras. O São Paulo ficou com 21 pontos na sexta colocação. Já no segundo turno, o grande vencedor foi o Corinthians, com o Tricolor em segundo. Com isso, os classificados à próxima fase foram Santos, Palmeiras, São Paulo e Corinthians, nesta ordem.

São Paulo vence Palmeiras e Corinthians e conquista o título

O Tricolor teve como adversário na semifinal da competição o rival Palmeiras. Na primeira partida, o empate de 0 a 0 ficou no placar. Já na segunda peleja, o São Paulo venceu por 3 a 1 e foi para final.

Aí, na final, o seu maior rival estava pela frente: o Corinthians. As duas partidas foram disputadas no Morumbi; a primeira com mando do Timão, e a segunda com o mando do Tricolor. 95.493 pessoas acompanharam um belo jogo de futebol.

A partida começou com o Corinthians jogando melhor, tanto que aos oito minutos um dos destaques do time abriu o placar. João Paulo colocou a bola no fundo da rede. Depois do gol, o São Paulo tentava pressionar, mas a bola não entrava de jeito maneira. Todos esperavam, até pelos jogadores que eram, que Müller ou Pita decidissem o jogo para o clube do Morumbi. Pois bem, eles não decidiram, e sim Edivaldo e Lê.

Edivaldo, aos 31 minutos, empatou a partida. 11 minutos depois, Lê virou. Na segunda etapa, o placar não foi modificado, terminando 2 a 1 para o São Paulo.

A segunda partida, com o mando do Tricolor, contou com mais de 109 pessoas no Cícero Pompeu de Toledo. Apesar de contar com muita expectativa, o jogo não teve muitas emoções, terminando em 0 a 0 e com o São Paulo campeão. Era o título de número 15 do clube.

Os gols do primeiro jogo, com vitória do São Paulo por 2 a 1

Os melhores lances da grande decisão

VAVEL Logo