Após vitória, Joel Santana declara: "Às vezes não é só importante vencer, mas vencer com segurança"
O treinador Joel Santana reestreia com vitória em São Januário (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Joel Santana retornou ao Vasco da Gama após 9 anos - em 2004 evitou o rebaixamento do clube e encerrou sua passagem em 2005, quando houve a eliminação da Copa do Brasil para o Baraúnas. Em sua reestreia, a equipe carioca conseguiu vencer o Luverdense por 2 a 0, no estádio de São Januário, em jogo válido pela vigésima primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, que chegou em um momento turbulento, não há desafio.

"Aqui não tem desafio, tem prazer. Trabalhar no Vasco, no Rio de Janeiro, onde tenho dois títulos brasileiros, um como treinador e outro como jogador, quatro cariocas, três como treinador e um como jogador, o que quero mais? Quero ser feliz. Não tem dia ruim para a gente", disse momentos depois de sua contratação.

Sobre a partida desta terça-feira (9), o técnico avaliou a seriedade do elenco e ficou contente com resultado. “Gostei, foi um time sério, disposto e determinado. No primeiro tempo eles foram uma vez no nosso gol. No segundo tempo começaram afoitos, mas fizemos o gol e foi boa a vitória. Daria nota 9", comentou.

De acordo com ele, o esquema tático escolhido funcionou. "Nós jogamos em duas linhas de quatro, com um atacante na frente. No começo tivemos dificuldade, eles congestionando o meio, atrás da linha da bola. Procuramos espaço, levou tempo para achar esse espaço. Mas eles botaram um jogador de meio, um centroavante, nos envolveram até seis, 10 minutos, e começamos a melhorar. Às vezes não é só importante vencer, mas vencer com segurança. Eles incomodaram, é um time organizado e difícil de se bater", explicou.

"Vamos dividir o resultado com o ex-técnico que estava aqui (Adilson Batista). Não faço nada sozinho, pelo contrário. O pouco tempo que tivemos eles procuraram desenvolver o que estávamos precisando. É importante no futebol a equipe jogar agrupada, sério, sem querer brincar, fazer aquele algo mais, enfeitar. A equipe foi muito equilibrada", declarou.

"Vamos ter de ir lapidando jogo a jogo, trabalho a trabalho. O tempo é curto. Não podemos trabalhar como gostaríamos. Existem viagens longas, vamos ter uma agora assim. Temos de dar equilíbrio à parte física", concluiu.

O Cruzmaltino voltará a campo às 16h10 deste sábado (13), no Mané Garrincha, contra o Atlético-GO

VAVEL Logo