No último Fla-Flu do ano, Flamengo e Fluminense ficam apenas no empate
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

O Fluminense continuou invicto nos Fla-Flus de 2014. Neste domingo (21), o tricolor empatou em 1 a 1 com o rubro-negro no Maracanã, em uma partida bastante equilibrada, principalmente na etapa final. O resultado deixa o Flamengo na 10ª colocação, somando agora 30 pontos. Já o Fluminense, segue fora do G-4, tendo agora 36 pontos, na sexta colocação na tabela do Campeonato Brasileiro.

Depois do empate com o Palmeiras na última rodada, o Flamengo perdeu a chance de ficar mais perto dos primeiros colocados e acabou parando no meio da tabela. Vanderlei Luxemburgo fez mistério nos treinos, mas escolheu Luiz Antônio para ocupar a vaga do suspenso Canteros. Recuperado de dores musculares, o argentino Mugni voltou a ser relacionado e ficou no banco de reservas.

O Fluminense foi derrotado pelo Vitória na rodada anterior e perdeu uma boa oportunidade de entrar no G-4. Para o clássico, Cristóvão Borges contou com o retorno do lateral-esquerdo Carlinhos, mas perdeu o volante Diguinho, que sofreu uma lesão na coxa esquerda. Wagner também voltou ao time titular, com Rafael Sóbis indo para o banco.

Na próxima rodada, já no meio de semana, o Flamengo enfrentará o São Paulo no Morumbi, na quarta-feira (24), às 22h. Já o Fluminense, joga novamente no Maracanã, contra o Grêmio no mesmo dia e horário.

Fla é melhor, mas Flu reage no fim do primeiro tempo

A partida começou com ritmo intenso e o Flamengo partiu pra cima logo nos primeiros minutos. Aos três, Éverton recebeu de Alecsandro, invadiu a área e bateu forte, mas Diego Cavalieri conseguiu espalmar. A resposta do Fluminense veio pouco depois, quando Carlinhos tentou cruzar e a bola acabou indo em direção ao gol, mas Paulo Victor defendeu.

Com o passar do tempo, a partida ficou equilibrada. As chances de gol ficaram escassas e as marcações dos dois times estavam bem encaixadas. Mas aos 26 minutos, em um lance com um pouco de sorte, o Flamengo chegou ao gol. Após cruzamento de João Paulo, Eduardo da Silva dividiu com Valencia, ganhou de Elivelton e bateu rasteiro para vencer Cavalieri e abrir o placar. 1 a 0. Primeiro gol do atacante jogando como titular, 4º dele no Brasileirão.

Dez minutos após anotar o gol, Eduardo sentiu uma fisgada na coxa e pediu para ser substituído. O argentino Mugni entrou. Quando a vitória do rubro-negro parecia certa até o intervalo, o Fluminense conseguiu o empate aos 44 minutos. Conca cobrou falta para área e Fred cabeceou para as redes, deixando tudo igual no Maracanã. 1 a 1. O tricolor ainda foi obrigado a gastar uma substituição, pois o zagueiro Henrique sentiu e Marlon teve que entrar.

Segundo tempo é equilibrado e empate permanece

O Fluminense voltou com o garoto Rafinha na vaga de Valencia, que já tinha cartão amarelo. Logo no primeiro minuto da etapa final, o Flamengo quase marcou. João Paulo achou Alecsandro livre na área e o atacante bateu bonito de primeira, assustando Diego Cavalieri. Aos cinco minutos, o Fluminense respondeu. Conca lançou, Cícero dividiu com Chicão e a bola sobrou limpa para Fred, que chutou forte, mas Paulo Victor fez grande defesa e salvou o rubro-negro.

O tricolor voltou melhor para a etapa final e passou a levar perigo, principalmente nos bons avanços de Carlinhos pelo lado esquerdo. Em um deles, o lateral avançou e bateu forte, mas Paulo Victor caiu e defendeu. O jogo seguiu muito bom no Maracanã, com as duas equipes criando bons ataques a todo momento. Aos 18, Fred recebeu bom cruzamento de Carlinhos mas, sozinho, cabeceou à direita do gol.

Com a posse de bola praticamente igual, o jogo seguiu bem equilibrado e as chances de gol foram diminuindo com o passar do tempo. Ao 39, Gabriel achou Léo Moura livre na direita, mas a finalização do lateral saiu fraca e Diego Cavalieri defendeu. Nos minutos finais, o Flamengo tentou uma pressão meio desesperada e teve grande chance para conseguir a vitória já nos acréscimos. Após bate-rebate, a bola ficou com Éverton na área e ele bateu forte, mas Cavalieri fechou bem o ângulo, fazendo grande defesa e garantindo o empate até o apito final.

VAVEL Logo