Criticado por recuar o time contra o Sampaio Corrêa, Joel Santana desabafa após vitória tranquila
Vasco vence o líder Joinville por 2 a 0 (Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br)

Jogando em São Januário, o Vasco da Gama derrotou o líder Joinville por 2 a 0. Com o resultado, a equipe carioca pulou para a segunda colocação da Série B do Campeonato Brasileiro e encostou no adversário, atrás apenas pelo número de vitórias - ambos estão com 47 pontos. Para a permanência da vice-liderança, o time torce contra a Ponte Preta (3º) e o Avaí (4º), que enfrentarão o Ceará e o Boa Esporte, respectivamente.

Criticado por recuar o elenco no empate de 2 a 2 com o Sampaio Corrêa, o treinador Joel Santana não poupou palavras para demonstrar indignação perante alguns comentários sobre o seu trabalho.

"Não foi fácil nas últimas semanas. Viagens desgastantes, sem tempo para treinar, lendo coisas absurdas. Quem não vem aqui não sabe o que é treino, quem está machucado, jogador sendo julgado. Aí o cara começa a falar besteira. Comentarista que tem que comentar escola de samba. Desculpa o desabafo, mas temos que falar: quem não entende de futebol não pode falar de futebol. Vai falar de outra coisa. Agride o profissional sem saber. Estou há três semanas no Vasco. E não tive tempo para dar um coletivo. Tivemos uma viagem cansativa e ganhamos do líder. Só falam que as coisas não estão boas. Quero a solução", desabafou.

A respeito da partida, ele lembrou que não houve derrota desde o seu comando ao cargo de técnico e cita fim de erros.

"O time ganhou hoje seguro, ainda não perdeu comigo. Não sei se eles chutaram no gol. Foi nosso jogo mais tranquilo e contra o primeiro colocado. Consciente, agredindo, tocando a bola. Sabemos da nossa responsabilidade, que temos que sair dessa situação. Mas não é da noite para o dia. Vou errar? Vou. Já errei muitas vezes. Mas chega, né?", afirmou.

O Cruzmaltino voltará a campo às 21h00 da próxima sexta-feira (3), no Rio de Janeiro, contra o Bragantino.

VAVEL Logo