Henrique anota três, Palmeiras goleia Chapecoense e sai da zona de rebaixamento
Foto: Divulgação/Palmeiras

Fazia muito tempo que a torcida do Palmeiras não via a equipe fazer quatro gols em uma única partida, como nesta quinta-feira (2), no Pacaembu, ao vencer a Chapecoense por 4 a 2, com três gols do artilheiro do Campeonato Brasileiro, Henrique. A última vez que o Verdão havia feito quatro gols foi no início do ano, mais precisamente no dia 26 de janeiro, em jogo pelo Paulistão 2014 contra o Atlético Sorocaba; naquela ocasião o placar permaneceu 4 a 1.

Com a boa vitória e apresentação respeitável, a equipe paulista conseguiu sair da zona de rebaixamento da competição e agora ocupa a 15ª posição com 28 pontos e oito vitórias; é o time que mais venceu entre os sete últimos colocados. Os quatro gols também ajudaram a alavancar o ataque dentro do torneio. O Alviverde é o 9° em número de gols marcados.

Os catarinenses, após a pesada derrota fora de casa, passam a torcer contra o Botafogo para não adentrarem na zona da degola. Atualmente a Chape ocupa a 16ª colocação, com apenas dois pontos a mais que a Estrela Solitária. Em uma eventual vitória do Fogão, o menor número de vitórias que o rival desta noite, colocaria a equipe do sul do Brasil entre os piores novamente.

Para se manter longe dos últimos lugares, os palmeirense terão um confronto direto, na próxima rodada, também contra o Glorioso, no Maracanã, na quarta-feira (8), às 19h30. Os cariocas ainda jogam nesta rodada e podem ultrapassar os palestrinos. Já o Furacão do Oeste encarará o Internacional, que figura entre os primeiro colocados do Brasileirão 2014, na Arena Condá, quinta-feira (9), às 20h30.

Chapecoense vence o primeiro tempo, mesmo com Verdão pressionando

O jogo foi muito movimentado desde os primeiros minutos. Logo aos 4 minutos, Victor Luis apareceu pela esquerda, invadiu a área e finalizou para a defesa do goleiro Danilo. Já aos 13, Valdivia deu lindo passe para Diogo, que rolou a bola com açúcar para Henrique abrir o placar, mas o atacante perdeu um gol incrível.

Pressionada pelo Palmeiras, a Chape resolveu sair par ao jogo e aos 23 minutos da primeira etapa chegou com mais firmeza em lance com Ricardo Conceição e depois aos 25 com o atacante Leandro, um dos destaques catarinense. O time da casa seguia pressionando e os visitantes se seguravam de todas as formas. O volante Wesley se apresentava muito ao ataque e, embora displicente, dificultava a vida dos adversários.

Foi então que um balde de água fria caiu sobre os anfitriões. Aos 40 minutos, o Furacão do Oeste se aproveitou de rápido contra-ataque, Leandro recebeu belo passe de Ricardo Conceição, ganhou na corrida do jovem Gabriel Dias e finalizou. Deola ainda tocou na bola, mas nada adiantou, o placar estava aberto.

Antes mesmo de levar o gol, o técnico Dorival Júnior já havia substituído Diogo, que saiu contundido, por Cristaldo e o argentino jogou muito bem, contribuindo diretamente para a recuperação do Verdão. Ainda mesmo no primeiro tempo, o Alviverde chegou bem ao ataque aos 41 e 42 minutos, mas não conseguiu desempatar.

Palmeiras volta melhor, vira e faz três gols em 12 minutos

Acreditando na equipe, o comandante palmeirense não fez nenhuma alteração para a segunda etapa e, logo aos 7 minutos, Wesley aproveitou sobra e girou firme de esquerda para a meta, na entrada da área, foi o empate do Palestra. Os paulistas seguiram pressionando e o atacante Henrique começou a se destacar na partida.

Não demorou muito e aos 12 do segundo tempo o próprio Henrique aproveitou desvio de Valdivia, após a cobrança de escanteio de Wesley, ajeitou a bola com a coxa e empurrou para o gol anotando o tento da virada. Em seguida, aos 18, Juninho cruzou e a bola bateu na mão de Fabiano dentro da área. Vuaden anotou pênalti. Henrique, de novo, foi para a bola e anotou muito bem o terceiro.

Aos 23, novamente, após jogada de ataque, o goleador alviverde foi derrubado por Rodrigo Biro na área e o árbitro marcou mais uma penalidade. No mesmo canto, o agora artilheiro do Campeonato Brasileiro com 12 gols, juntamente com Marcelo Moreno, fez o quarto gol. O atacante Leandro, da Chapecoense, ainda fez o seu segundo gol aos 47 minutos, pelo lado direito do lateral João Pedro, mas não teve como impedir a derrota.

VAVEL Logo