Cruzeiro domina primeira etapa, vence Internacional e dispara na liderança
(Foto: Reprodução / Twitter)

No jogo mais esperado da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o líder Cruzeiro recebeu o Internacional no Mineirão. Com uma bela partida entre os dois primeiros colocados da competição, os donos da casa foram superiores nos momentos cruciais e saíram com a vitória por 2 a 1, abrindo seis pontos para os gaúchos, que continuam na segunda posição do Brasileirão.

Com gols de Marcelo Moreno e Marquinhos, os mineiros seguem favoritos ao título brasileiro, com 56 pontos conquistados. O próximo confronto da equipe será contra o Corinthians, também no Mineirão, na próxima quarta-feira (08).

A derrota, com um belo gol de Alex à favor da equipe, manteve os colorados na segunda colocação, porém com uma distância menor em relação ao São Paulo. Com 47 pontos somados, a equipe gaúcha vai até a Arena Condá enfrentar a Chapecoense, na quinta-feira (09).

Cruzeiro é superior, marca dois gols e sai vitorioso na primeira etapa

Com toda a torcida apoiando a equipe celeste, os mineiros pressionaram os visitantes nos cinco primeiros minutos de jogo, com William e Éverton Ribeiro criando as chances cruzeirenses. A pressão dos minutos iniciais não teve continuidade, e os colorados conseguiam sair para o jogo, concentrando suas jogadas pelo lado esquerdo de seu campo, tendo chances com Rafael Moura e Valdívia. Mesmo esboçando uma reação, a equipe visitante errava passes na intermediária do gramado, dando chances de contra-ataque ao Cruzeiro.

O Cruzeiro continuava superior dentro de campo e a equipe usava a falta de marcação pela direita para chegar com perigo ao gol do Inter. Aos 19 minutos, Aránguiz tentou sair com a bola e se viu pressionado por dois jogadores da equipe da casa e o artilheiro do campeonato, Marcelo Moreno, desarmou o volante e chutou firme ao gol de Dida, que espalmou para dentro do gol, abrindo o placar no Mineirão. Logo após o gol, os visitantes tiveram a chance de empatar com Rafael Moura, mas não aproveitaram a chance e se viam pressionados novamente pelos líderes da competição.

As jogadas pelas laterais contribuíam com boa parte das jogadas de perigo do time da casa, e com cruzamento de Egídio, o meia Marquinhos chutou livre para o gol, sem dar chances ao goleiro Dida e ampliando o placar à favor dos mineiros. Os dois gols em desvantagem fez com que a equipe gaúcha colocasse sua equipe para o ataque, com Valdívia se destacando e comandando as jogadas de ataque ao lado de D’Alessandro. O time da casa baixou a intensidade dos primeiros minutos e trocava passes pelo gramado, esperando os adversários atacarem. 

Inter joga melhor mas não consegue chegar ao empate

A segunda etapa começou com grande intensidade, tendo chances para as duas equipes e com os visitantes buscando o empate. Logo aos 4 minutos, D’Alessandro cobrou falta e quase marcou o primeiro gol do Inter, com a bola batendo na trave e no goleiro Fábio, antes de passar pela linha do gol e ser afastada por Egídio.  O Cruzeiro respondeu imediatamente, acionando Marcelo Moreno dentro da área, onde o atacante foi derrubado por Juan e o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, William colocou força na bola e isolou a cobrança, deixando tudo igual no placar.

A chance desperdiçada pelos mineiros foi um incentivo para o Inter, que continuou pressionando e diminuiu a vantagem com um belo chute de Alex, passando por cima de Fábio e balançando as redes. O gols deu nova cara ao jogo e os visitantes eram superiores na segunda etapa, pressionando a equipe celeste e criando chances em busca do empate. A pressão dos colorados obrigou o Cruzeiro recuar sua equipe e o técnico Marcelo de Oliveira fez substituições para reforçar seu sistema defensivo.

Com sua equipe precisando do empate e vendo os adversários recuarem, o técnico Abel Braga colocou as equipe para o ataque, fazendo substituições ofensivas e trocando passes na área de ataque. A pressão dos visitantes fez com que sua defesa ficasse exposta e os donos da casa aproveitavam com jogadas de contra-ataque, criando chances com Egídio e Dagoberto. Os colorados criaram chances de gol nos minutos finais com Alex e Alan Patrick, mas sem levar perigo, consolidando a vitória dos mandantes.

VAVEL Logo