Com Tiago Costa suspenso, técnico do Santa Cruz sofre em busca do substituto
Mais cotado para assumir a vaga, lateral-direito Nininho já atuou por quatro oportunidades na função (Foto: Jamil Gomes/Santa Cruz)

Com Tiago Costa suspenso, técnico do Santa Cruz sofre em busca do substituto

Oliveira Canindé não poderá contar também com Julinho e Renatinho, originários da lateral-esquerda, lesionados; improvisado, Nininho deverá assumir a vaga

reportermateus
Mateus Schuler

No próximo sábado (15), diante do Bragantino, o Santa Cruz terá mais uma oportunidade de entrar no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro, para alcançar o acesso à elite do futebol brasileiro. Para o duelo válido pela 35ª rodada, porém, Oliveira Canindé já tem uma dor de cabeça na montagem da equipe considerada titular.

Sem poder contar com o lateral-esquerdo Tiago Costa, suspenso pelo terceiro amarelo, o técnico do Mais Querido sofre com a falta de opções da posição. Julinho, reserva imediato, agravou uma lesão na coxa direita e pode não atuar mais no campeonato. Renatinho, no entanto, segue com o púbis inflamado e segue vetado pelo Departamento Médico.

Para desempenhar a função, o comandante será forçado a improvisar no setor. Cotado para assumir a vaga, o lateral-direito Nininho já atuou por quatro vezes, ainda sob o comando de Vica, sendo duas pelo Campeonato Pernambucano e duas pela Copa do Nordeste. Garantindo estar pronto, o atleta não se intimida e se mostra à disposição do treinador.

"Não é nenhuma novidade. Já joguei por ali na base e também no profissional. Na direita ou na esquerda, para mim, tanto faz. Estou aqui para corresponder à altura, mesmo improvisado. Você quer ajudar sempre o grupo numa reta final de campeonato. Mesmo fora de casa, vamos buscar os três pontos", garantiu o ala.

Além dele, outros dois jogadores foram testados. O meia Williams, formado na categoria de base coral e de apenas 17 anos, jogou na ala esquerda quando ainda era dos juniores, mas ainda não estreou como profissional; o atacante Adílson é canhoto e também participou do treino de cruzamentos, mas não finalizou os trabalhos da última terça-feira (11); o articulador Wescley foi outro experimentado, mas prejudicando os seus companheiros na armação.

O provável substituto já participou de 11 jogos entre os 11 em campo, começando quatro no banco de reservas. A última vez que esteve dentro das quatro linhas foi diante do Joinville, em Santa Catarina, no dia 8 de setembro, quando os times empataram em 1 a 1.

VAVEL Logo