Fabiano Eller se valoriza na chegada ao Náutico: "Estou aqui pelo que faço no presente"
(Foto: Divulgação/Náutico)

A falta de experiência no Náutico no início da temporada foi um dos principais fatores para a má fase Timbu. Experiência que sobra para o novo contratado do clube: o zagueiro Fabiano Eller, que foi apresentando nesta segunda-feira (27) no CT Wilson Campos e deu suas primeiras palavras como jogador alvirrubro, elogiando seu novo comandante. 

O experiente defensor de 37 anos fez questão de dizer que não está no clube pelo passado. Eller atuou em 14 partidas no Campeonato Paulista defendendo o Red Bull Brasil, todas como titular e em nenhuma foi substituído, o que prova que o atleta vem em boa forma física.

“Estou bem acima dos 30, né? (risos). Sempre fui cobrado. Com 20 anos eu fui, com 30 anos eu fui e com 37 anos eu estou sendo. Contra os fatos, não há argumentos. Eu estou aqui não pelo que fiz no passado, mas pelo que estou fazendo no presente. A diretoria acompanhou meu Campeonato Paulista. Além de ter jogado bem neste ano, atuei em todas as partidas da Série A2 do Paulista no ano passado, com o Red Bull Brasil, e nós subimos”, disse.

Agora, vestindo o vermelho e branco pernambucano, o defensor quer repetir a história vitoriosa que tem em outros clubes, mas sem prometer títulos. Dedicação e seriedade foram suas únicas promessas na sua apresentação oficial.

“Me considero um jogador vitorioso, pois por onde passei fiz sucesso. Consegui títulos e tive uma carreira vitoriosa e espero fazer isso aqui. Não posso prometer um título para o clube, mas o que eu prometo é empenho, dedicação e seriedade. Em todas as profissões quando trabalhamos com seriedade as coisas dão certo”, declarou o atleta.

Reconhecendo que o Náutico vive um momento conturbado, Fabiano espera contribuir para a mudança de clima no CT Wilson Campos. O zagueiro afirmou que não veio para o clube para fica em posições intermediárias.

“Nunca fui para clube nenhum em que eu pensasse que não daria certo. Todos os clubes que eu fechei contrato fui com o pensamento de obter sucesso. Antes de vir falei com o Andrade (ex-Santa Cruz e Sport) e ele falou muito bem, da cidade e do fanatismo da torcida. É um clube que vai entrar na briga para subir e vim pela ambição do clube que quer subir”, finalizou Eller. 

VAVEL Logo